UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

26/03/2010 - 19h49

Governo deixará de arrecadar R$ 313,9 mi com novo IPI para móveis

SÃO PAULO - As novas desonerações para a indústria de móveis e o setor de painéis de madeira, anunciadas nesta sexta-feira (26) pelo Ministério da Fazenda, vão aumentar em R$ 313,9 milhões a perda de receita dos cofres públicos neste ano.

De acordo com números divulgados pela Receita Federal, as novas alíquotas de IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados) terão impacto fiscal de R$ 34,88 milhões por mês, segundo a Agência Brasil.

No primeiro trimestre do ano, R$ 162,75 milhões deixaram de ser arrecadados. Se somados com a perda de R$ 313,9 milhões, o governo deixará de receber R$ 476,65 milhões em 2010 com as desonerações do setor de móveis e painéis de madeira.

IPI

No fim de novembro do ano passado, o Ministério da Fazenda reduziu a zero a alíquota do IPI para os móveis e painéis de madeira. O benefício termina este mês, porém, a alíquota para alguns tipos de produtos será elevada pela metade em relação à original.

A partir do mês que vem, para os móveis, as alíquotas serão de 5% para todos os produtos, sendo que antes elas eram de 10%. 

A mesma mudança atinge, por exemplo, os painéis de madeira (incluindo madeira maciça), aglomerados de madeira e placas laminadas. O decreto com a especificação das novas alíquotas do IPI será publicado até dia 31 de março.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host