UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

01/04/2010 - 12h30

Brindes fazem o preço dos ovos de chocolate mais que dobrar, aponta Idec

SÃO PAULO – Mesmo com menos chocolate, alguns ovos de Páscoa podem custar caro. De acordo com pesquisa realizada pelo Idec (Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor), os brinquedos chegam a encarecer em 102% os ovos.

Além disso, segundo o levantamento, os doces com brindes contêm até 37,5% menos chocolate que os ovos que são vendidos sem os brinquedos.

A pesquisa foi realizada entre os dias 25 e 26 deste mês e teve como base os preços médios de 23 ovos de Páscoa vendidos em supermercados da cidade de São Paulo.

Ovos mais caros

O Idec constatou que os brinquedos encarecem em até 40% o valor de cada 100 gramas de chocolate. Porém, comparando os ovos com brindes com os que não os têm, o órgão constatou que a diferença pode ser maior. O Idec encontrou uma diferença de mais de 192% entre um ovo com brinquedo e outro sem ele.

“Essa disparidade aponta para o fato de que os brindes são, na verdade, muito bem pagos pelo consumidor, embora isso não seja informado”, comentou o Idec, por meio de nota. “O custo adicional diz respeito ao uso da licença de uma determinada marca”, explicou o órgão.

Para o Idec, o produto também deveria ser oferecido sem o brinquedo. “Essa situação é análoga à que ocorre com alguns kits infantis de fast foods, que hoje são obrigatoriamente oferecidos em separado dos brinquedos”.

Numeração

O órgão também alerta que a numeração dos ovos pouco ajuda o consumidor, pois a variação de peso para um ovo da mesma marca e de mesma numeração pode ser grande.

Dessa forma, o que o Idec recomenda é evitar comprar o produto com brinde. “Em geral, não só seu preço unitário é mais elevado, como também o preço por cada 100 gramas de chocolate, já que, via de regra, são mais leves que os ovos sem brinquedos”.

Hospedagem: UOL Host