UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

01/04/2010 - 12h52

Lojistas dizem que audiência sobre cartões de crédito não ouviu a sociedade

SÃO PAULO – Os lojistas ficaram descontentes com a audiência pública a respeito dos cartões de crédito realizada na quarta-feira (31), na Câmara dos Deputados. A CNDL (Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas) divulgou uma nota apontando que, para a reunião, foram convidados apenas representantes gestores dos cartões.

“(A audiência) só demonstrou que a indústria dos meios eletrônicos de pagamento não deseja de forma alguma a regulamentação do setor”, afirma a entidade. “O consumidor brasileiro e o varejo nacional são vítimas fáceis nas mãos da indústria de cartões de crédito, que já representa um dos maiores ganhos do sistema financeiro brasileiro”.

Questionamentos

Segundo a CNDL, a maioria dos parlamentares presentes na audiência não só foi favorável à regulamentação do setor como também questionou os gestores dos cartões de crédito sobre os abusivos juros cobrados aos clientes, bem como os valores das anuidades dos cartões.

A falta de instrumentos que separem os bons dos maus pagadores e, consequentemente,  reduzam o risco de inadimplência, foi a principal justificativa dos gestores para explicar a cobrança de juros maiores que a média do mercado.

Desrespeito

A nota assinada pelo presidente da CNDL, Roque Pelizzaro Junior, declara que a prova do desrespeito da indústria de cartões de crédito com os consumidores e lojistas é que a proposta de regulamentação foi apresentada sem o debate necessário entre a sociedade civil e o mercado financeiro.

“São os grandes tirando dos pequenos e o Estado se omitindo em impor regramento a esse disparate. O mercado varejista quer regras claras para este segmento desde 2008”, Disse Pelizzaro.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host