UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

05/04/2010 - 09h06

Preço da cesta básica de SP fica em média 1,87% maior em março, aponta Fipe

SÃO PAULO - O preço da cesta básica vendida na cidade de São Paulo aumentou em todas as seis regiões pesquisadas no mês de março, de acordo com levantamento mensal divulgado nesta segunda-feira (5) pela Fipe (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas).

Em média, o preço do conjunto de produtos na Capital ficou 1,87% mais caro no mês passado, na comparação com fevereiro, atingindo R$ 257,82, contra R$ 253,10 no segundo mês do ano.

No acumulado dos últimos 12 meses, a cesta ficou 4,48% mais cara. No acumulado deste ano, o aumento foi de 4,29%.

Análise por região

Ainda segundo a Fipe, em março, a cesta básica registrou aumentos de mais de 1,4% em todas as regiões analisadas, com destaque para a zona Leste I (Brás, Belém, Mooca etc), onde houve o maior aumento, de 2,27%, com preço da cesta passando de R$ 251,05 para R$ 256,75.

Na zona Norte (Santana, Bom Retiro, Freguesia do Ó etc), o preço do conjunto saiu de R$ 254,71 para R$ 260,25, entre fevereiro e março deste ano – um aumento de 2,17%. A zona Oeste (Barra Funda, Perdizes, Bela Vista etc) registrou o terceiro maior aumento no valor da cesta no mês passado, de 1,98%, passando de R$ 258,23 para R$ 263,35.

Na zona Leste II (Aricanduva, São Mateus, Itaim Paulista etc), o preço do conjunto ficou 1,88% mais caro, com valor saindo de R$246,71 para R$ 251,35. 

As zonas Sul I (Santo Amaro, Moema, Ipiranga etc) e Sul II (Campo Limpo, Socorro, Cidade Dutra etc) registraram os menores incrementos do mês passado. Na primeira região, o aumento de 1,49% fez o valor da cesta sair de R$ 263,60 para R$ 267,53. Já na segunda, o preço da cesta foi de R$ 244,27 para R$ 247,70, um incremento de 1,40%.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host