UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

05/04/2010 - 06h21

XP aumenta exposição em commodities e consumo em sua carteira de abril

SÃO PAULO - A XP Investimentos divulgou sua carteira recomendada para abril, apresentando 10 sugestões de ações que devem ter desempenho diferenciado ao longo do mês. Em relação a março, duas modificações foram feitas: os papéis de EzTec e BR Foods deixaram o portfólio, entrando no lugar os ativos de Magnesita e BR Malls.

A alocação da Magnesita faz parte de sua estratégia de aumentar a exposição ao setor ligado às commodities metálicas. Segundo a corretora, apesar do ótimo desempenho reportado pelas siderúrgicas durante março, as ações desta companhia - que atua na produção de refratários, produto essencial em processos industriais que utilizam altas temperaturas - não tiveram o mesmo desempenho, apesar de possuírem uma correlação operacional bastante forte com o setor. "Com isso, decidimos colocá-la recomendada", frizou.

Já o posicionamento em BR Malls reflete sua aposta em empresas ligadas à demanda interna. "A BR Malls é uma das maiores companhias de shopping centers do Brasil, com presença nas cinco regiões do País, atendendo aos consumidores de todas as classes sociais", aponta a XP, que espera ver a companhia tirar proveito da melhoria dos indicadores econômicos domésticos, como confiança do consumidor, nível de emprego, taxa de juros em patamares baixos e nível de renda, dentre outros.

Dessa forma, o posicionamento atual do portfólio da XP encontra-se em 43% atrelado a setores cíclicos globais (OGX, Vale, Gerdau e Magnesita), 37% em empresas diretamente influenciadas pela demanda doméstica (Itaúsa, AmBev, Positivo e BR Malls) e 20% em companhias com caráter defensivo (Ultrapar e Tractebel).

Confira o portfólio para abril:

Empresa Código  Peso  Categoria

OGX Petróleo OGXP3 8% Setores Cíclicos

Globais

Vale VALE5 13%
Gerdau Met. GOAU4 10%
Magnesita MAGG3 12%
BR Malls BRML3 10% Influenciados Pela

Demanda Doméstica 
Itaúsa ITSA4 12%
AmBev AMBV4 8%
Positivo POSI3 7%
Ultrapar UGPA4 12%

Defensivos
Tractebel TBLE3 8%
Desempenho mensal

Durante o mês de março, a carteira da XP teve uma rentabilidade de 3,6%, abaixo do benchmark, já que a performance do Ibovespa ficou positiva em 5,8%. Segundo a corretora, esse bom desempenho ficou concentrado principalmente nas altas de Vale e de empresas de siderurgia.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host