UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

08/04/2010 - 10h29

PAC e Minha Casa, Minha Vida devem elevar investimentos e nível de emprego

SÃO PAULO – O PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) e o programa de habitação do governo federal, Minha Casa, Minha Vida, devem elevar os investimentos e o nível de emprego, especialmente no setor da Construção Civil, segundo revela estudo elaborado pela Abramat (Associação Brasileira da Indústria de Materiais de Construção).

Conforme publicado pela Agência Brasil, somente o PAC deve gerar um fluxo anual de investimentos de R$ 137,2 bilhões, enquanto que o programa Minha Casa, Minha Vida deve gerar uma renda de R$ 62,856 bilhões.

Empregos

No que diz respeito ao número de empregos, diz o estudo, o PAC deve gerar cerca de 2,83 milhões de novas vagas, sendo 1,94 milhão de empregos e 888 mil nos demais setores.

Já o Minha Casa, Minha Vida poderá gerar 1,434 milhão de empregos, 984 mil deles no segmento de construção civil.

Ainda conforme publicado pela a Agência Brasil, o estudo da Abramat também analisou o impacto da redução do IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados) incidente sobre os materiais de construção, no período de 24 meses, e constatou que a desoneração poderia retirar 211 mil famílias, por ano, do déficit habitacional.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host