UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

08/04/2010 - 14h56

Uso de internet pelo celular fará operadoras investirem para diminuir custos

SÃO PAULO – O aumento na demanda de serviços móveis – oferecidos pelo celular ou outros dispositivos portáteis que se conectam à internet - deve estimular os investimentos das operadoras na infraestrutura de telecomunicações no País, permitindo, no médio e longo prazos, que as tarifas diminuam.

A estimativa é do diretor de atendimento de tecnologia da TNS Research,  Alexandre Momma, que acredita no crescimento da adoção dos serviços de internet pelo celular como impulso para tal investimento por parte das operadoras.

“A tendência é que, com aumento da demanda, esses players consigam ter uma otimização dos recursos e reduzir os custos finais para os consumidores. Isso não é só fruto de uma maior concorrência entre as operadoras, mas de um aumento na oferta de estrutura”, declarou Momma.

Cresce navegação móvel

No mundo, o uso de celulares e outros dispositivos móveis para acesso à internet subiu 148% em 2009, conforme mostrou uma  pesquisa da Quantacast.

Já um estudo da TNS mostra que é uma tendência mundial a substituição da internet fixa pela conexão móvel para acesso a redes sociais, por exemplo. No Brasil, sites de buscas já são usados por 19% dos usuários de internet móvel, enquanto sites de download ou compartilhamento de músicas são adotados por 18%. Vídeos on-line são assistidos por 16% dos brasileiros que usam internet no celular, enquanto 12% acessam redes sociais.

O especialista  concorda que a estrutura de serviços de dados móveis oferecida atualmente no Brasil é extremamente cara. Segundo estudos da TNS, o uso de tráfego de dados pelo celular, como navegação pela internet ou download de arquivos, encarece, em média, 20% a conta de telefone do usuário. Porém, para ele, ainda é cedo para focar no aumento dos gastos dos brasileiros com a nova tecnologia.

“(O gasto) aumentaria se a gente continuasse com a mesma estrutura de hoje, mas é impossível que isso aconteça. Então, o certo é falar que a utilização desses serviços vai, sim, aumentar consideravelmente a experiencia e a maturidade desses serviços, gerando oportunidades de negócio”, acrescentou.

Sempre pensando no custo

No futuro, Momma imagina que as operadoras não continuem cobrando pelos dados trafegados. “Outras formas e modelos vão surgir, mas ainda não dá para saber qual será a melhor ou qual vai obter sucesso”.

Para ele, se os custos com serviços de mobilidade continuassem no mesmo patamar que o atual, o crescimento na adoção da internet pelo celular não seria tão grande quanto se observa hoje. “Temos de entender que os consumidores simplesmente não começam a utilizar sem antes pensar no custo benefício. Se começar a não ser vantajoso, teremos de fato freio neste crescimento”, finalizou.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host