UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

09/04/2010 - 16h07

Com aumento da renda, fluxo nas rodovias com pedágio sobe 1,6% em março

SÃO PAULO – O aumento da renda do trabalhador foi uma das responsáveis pela alta de 1,6% do fluxo de veículos leves nas rodovias brasileiras pedagiadas no terceiro mês do ano, frente a fevereiro, segundo dados do índice ABCR (Associação Brasileira de Concessionárias de Rodovias), divulgado nesta sexta-feira (9), e medido pela associação em parceria com a Tendências Consultoria Integrada.

“O aumento da renda veio muito forte, não é comum. Esse número expressivo mostra que a renda volta a crescer de forma acelerada e os reflexos da movimentação dos veículos leves são diretos", afirmou o economista da Tendências, Bernardo Wjunisk.

Em março, na relação com igual mês do ano passado, houve alta de 6,8%. Nos últimos 12 meses, o aumento do fluxo de leves foi de 5,1%.

Índice geral

O índice geral, que mede o fluxo de estradas pedagiadas, referente ao mês passado apresentou alta de 1% na comparação com fevereiro.

No confronto com o mesmo mês do ano passado, o aumento foi de 8,5%, considerando veículos leves e pesados. Em 12 meses, o aumento foi de 4% no fluxo.

“O resultado no ano contra ano continua expressivo, por conta da base de comparação, que ainda é baixa”, explicou Wjunisk.

Dados gerais

Confira, na tabela abaixo, as variações dos fluxos em estradas pedagiadas:

Taxa de crescimento do fluxo pedagiado
Índice Março/2010/

Março/2009 
Março 2010/

Fevereiro 2010 
12 meses
Geral 8,5% 1% 4%
Leves 6,8% 1,6% 5,1%
Pesados 13,6% 2,4% 0,8%

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host