UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

09/04/2010 - 17h51

Mantega: não há decisão sobre prorrogação do IPI reduzido para construção

SÃO PAULO – O ministro da Fazenda, Guido Mantega, afirmou que ainda não é possível falar em prorrogação da redução do IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados) para o setor de materiais de construção, benefício fiscal em vigor desde abril do ano passado.

“Por enquanto, ela está vigorando, então é bom que todos aproveitem os preços mais baixos. Agora, o futuro, nós vamos pensar, mas, no momento, a intenção é que termine no dia 31 de junho deste ano”, afirmou, segundo a Agência Brasil, após a 18ª Feicon (Feira Internacional da Indústria da Construção).

Mantega disse ainda que os resultados da desoneração foram excelentes, conforme mostram os indicadores econômicos da produção e também quando se leva em conta a expansão da construção civil. “Nós estamos com um boom de construção e, há muito tempo, isso não acontecia no Brasil. Esse setor ficou estagnado durante muitos anos e, agora, as perspectivas são excelentes”, afirmou.

Setor

A Abramat (Associação Brasileira da Indústria de Materiais de Construção) já anunciou que trabalhará para que a redução do IPI no setor seja prorrogada. Os argumentos usados são a melhora nas vendas do varejo durante o período do benefício fiscal.

Dados mostram que, entre o primeiro trimestre de 2009 e 2010, houve crescimento de 12,5% nas vendas de material de construção e uma alta de 11% em março deste ano, frente ao mesmo período de 2010, e de 12% na comparação com fevereiro.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host