UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

12/04/2010 - 09h03

IPC-C1 aponta inflação de 1,40% para a baixa renda em março

SÃO PAULO - Entre fevereiro e março, o IPC-C1 (Índice de Preços ao Consumidor - Classe 1) apresentou variação de 1,40%, acima da inflação geral medida pelo IPC-BR, que ficou em 0,86%. O resultado mensal, de acordo com dados divulgados pela FGV (Fundação Getulio Vargas) nesta segunda-feira (12), também foi maior que o 0,90% apresentado no mês anterior, devido, especialmente, ao resultado do grupo Alimentação.

Nos últimos doze meses, o índice acumula variação de 6%. No mesmo período, o IPC-BR registrou taxa da 5,17%. No acumulado do ano, entre janeiro e março, a inflação geral é de 2,86%, enquanto que para as famílias de baixa renda este percentual chega a 3,66%.

O IPC-C1 é calculado com base nas despesas de consumo das famílias com renda entre um e 2,5 salários mínimos mensais.

Alimentos

Segundo a FGV, entre abril de 2009 e março de 2010, a taxa do grupo Alimentação ficou em 6,17%. O resultado foi maior do que o apurado nos últimos 12 meses até fevereiro, quando a variação foi de 3,67%.

Em março, a taxa do grupo, passou de 1,41% para 3,31%. Entre os principais destaques para a alta no mês estão o feijão carioquinha e o tomate, cujos índices passaram de -0,27% para 8,46% e de 33,47% para 47,85%, respectivamente.

Outros grupos

Os grupos Educação, Leitura e Recreação (de -0,45% para 0,23%), Despesas Diversas (de -0,13% para 0,48%) e Saúde e Cuidados Pessoais ( de -0,01% para 0,37%) também registraram acréscimos no período analisado, sendo que as principais influências vieram, nesta ordem, de show musical (-2,11% para 7,22%), alimento para animais domésticos (-1,29% para 1,68%) e medicamentos em geral (-0,22% para 0,45%).

No que diz respeito aos grupos Transportes (2,67% para 0,37%), Vestuário(-0,58% para -0,91%) e Habitação (0,12% para 0,08%) estes apresentaram desacelerações no período estudado.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host