UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

12/04/2010 - 09h10

IPI faz demanda do consumidor por crédito atingir recorde em março

SÃO PAULO – O fim do IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados) fez os consumidores buscarem mais crédito em março. Após queda de 7% em fevereiro, a demanda do consumidor por crédito registrou alta de 18,3% - maior nível da série histórica, iniciada em janeiro de 2007.


Os dados fazem parte do Indicador Serasa Experian da Demanda do Consumidor por Crédito, divulgado nesta segunda-feira (12). De acordo com os analistas, além do IPI, o maior número de dias úteis também influenciou no resultado mensal. Foram 23 dias úteis no mês passado contra 18 em fevereiro.

O cenário econômico mais estável, a inadimplência do consumidor em queda e o aumento da massa real de rendimentos também fizeram com que o indicador registrasse recorde. Considerando o resultado acumulado dos primeiros três meses deste ano, houve aumento de 21,6% na demanda.

Na comparação anual, o desempenho não foi diferente e a procura por crédito avançou 32,5%, também recorde histórico em termos de taxa anual de crescimento. Nesse caso, porém, a base de comparação (março de 2009) foi o principal fator do aumento, uma vez que, naquele mês, o País enfrentava um dos piores momentos da crise financeira global, que afetou o crédito.

Alta generalizada entre as regiões brasileiras

Em todas as comparações, houve alta na demanda em todas as regiões geográficas brasileiras. Na comparação com março de 2009, o destaque ficou com o Sudeste, região onde a procura por crédito cresceu 36,2%.

Já na comparação com fevereiro, o maior aumento ficou com o Nordeste, onde a demanda cresceu 21%, conforme a tabela a seguir:

 

 

Índice de tomada de crédito da pessoa física

Março/2010
  Confronto Mensal Confronto anual Acumulado
Centro-Oeste 7,6% 24,4% 22,2%
Norte 19,2% 26,9% 16,4%
Nordeste 21% 30% 21,9%
Sul 20,8%
 
29,9% 18%
Sudeste 18,5% 36,2% 23,2%
Brasil 18,3% 32,5% 21,6%

 

Fonte: Serasa Experian

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host