UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

20/04/2010 - 12h02

Em SP, número de ações contra inadimplência em condomínios cresce 79,6%

SÃO PAULO - O número de ações contra condôminos inadimplentes no Fórum da cidade de São Paulo aumentou 79,6% em março, na comparação com fevereiro, de acordo com levantamento realizado pelo Grupo Hubert e divulgado nesta terça-feira (20).

Para o diretor do Grupo, Hubert Gebara, a demanda reprimida de cerca de três meses elevou as ações. Tal alta de demanda decorre do fim das férias forenses de janeiro. Além disso, o fim do pagamento das contas de início de ano, como material escolar, impostos e tributos, ajudaram a aumentar os índices de inadimplência.

Para Gebara, a Lei 13.160, que permite o protesto do boleto de cobrança de condomínios, também exerceu forte influência. “Com o protesto via boleto, a tendência de baixa nas ações de cobrança da inadimplência em condomínios pode ser retomada após a alta de março”, destacou, por meio de nota.

Ações

De acordo com o levantamento, em março, o número de ações por falta de pagamento atingiu 1.214, ante as 676 de fevereiro. Na comparação com o mesmo mês do ano passado, quando o Fórum da capital paulista registrou 1.283 ações, houve queda, de 5,37%.

Nos últimos 12 meses, o número de ações impetradas na Justiça de São Paulo cresceu 45,73%. Na tabela abaixo, é possível conferir o número de ações registradas nos últimos 12 meses e a variação em relação ao mês imediatamente anterior: 

Inadimplência em condomínios

de abril de 2009 a março de 2010
Mês Número de ações Variação em relação

ao mês anterior
Abril/09 833 -35%
Maio/09 800 -3,97%
Junho/09 1.113 39,13%
Julho/09 965 -13,29%
Agosto/09 1.074 11,03%
Setembro/09 1.065 -0,84%
Outubro/09 910 -14,55%
Novembro/09 879 -3,41

Dezembro/09 952

6,13

Janeiro/10 542 -43,07%
Fevereiro/10 676 24,72%
Março/10 1.214 79,58%

Fonte: Grupo Hubert

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host