UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

28/04/2010 - 20h22

Com alta de 75 p.b. na Selic, juros ao consumidor ficam em 120,96% ao ano

SÃO PAULO - Encerrando o período de manutenção da política monetária, o Copom (Comitê de Política Monetária) optou, no encontro encontro encerrado nesta quarta-feira (28), por um aumento de 75 pontos-base na Selic, que passa de 8,75% para 9,50% ao ano, conforme divulgou o comitê.

Assim, a taxa média anual cobrada nas operações de crédito ao consumidor fica em 120,96% (6,83% mensais), segundo dados da Anefac (Associação Nacional dos Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade). Para as empresas, a taxa média fica, com a alta, em 53,76% ao ano (3,65% mensais).

Pouco impacto no bolso

De acordo com a Associação, apesar da alta, pouco impacto terá nas taxas de juros das operações de crédito. 

Segundo o vice-presidente da entidade, Miguel José Ribeiro de Oliveira, "é posssível, até mesmo com a elevação da taxa básica de juros, que as taxas de juros das operações de crédito não venham a ser elevadas", já que algumas instituições financeiras já anunciaram isso.

Para ele, isto é possível tendo em vista dois fatores: 

  • Queda nos índices da inadimplência;
  • Maior competição no sistema financeiro.
No bolso

As tabelas abaixo mostram as taxas de juros nas várias modalidades de crédito ao consumo, assim como nas linhas de crédito para empresas.

Operação Taxa Anterior

(% a.m.)
Taxa Atual

(% a.m.)
Pessoa física
Comércio 5,72% 5,78%
Cartão de crédito 10,69% 10,75%
Cheque Especial 7,34% 7,40%
CDC Bancos 2,33% 2,39%
Bancos

Empréstimo Pessoal
4,74% 4,80%
Financeiras

Empréstimo Pessoal
9,78% 9,84%
Empresas
Capital de Giro 3,08% 3,14%
Desconto de Duplicata 3,10% 3,16%
Desconto de Cheque 3,19% 3,25%
Conta Garantida 5% 5,06%
Fonte: Anefac

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host