UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

28/04/2010 - 12h45

Redução do IPI foi responsável por 20% das vendas de veículos

SÃO PAULO – A redução do IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados) foi responsável por 20,7% das vendas de automóveis realizadas entre janeiro e novembro do ano passado, período subsequente à crise financeira internacional.

Os dados do boletim Radar, divulgado pelo Ipea (Instituto de Pesquisas Econômicas Aplicadas) nesta quarta-feira (28), mostram ainda que, não fosse a redução do IPI, outro aspecto teria contribuído com um resultado positivo no setor, ainda que em menor proporção: a expansão da oferta de crédito.

“Todavia, visto que o impacto da redução do IPI sobre as contas públicas e sobre o Fundo de Participação dos Estados (FPE) e o Fundo de Participação dos Municípios (FPM) não é desprezível, pode-se questionar qual medida teria apresentado a maior eficiência, isto é, melhor relação entre resultados alcançados e recursos aplicados”, aponta o relatório.

Um pouco mais de crédito

O estudo simulou o comportamento do mercado caso, além da redução tributária, houvesse sido aplicado um incremento de 5% no volume de crédito concedido. O resultado teria sido praticamente o mesmo, exceto por um pequeno aumento a partir de maio.

Ao considerar os 11 meses, 98 mil veículos a mais teriam sido vendidos, um aumento de 3,2%.  “Isso sugere a existência de uma parcela de consumidores para os quais somente a redução do IPI já seria suficiente para a aquisição de veículos. Possivelmente, aqueles cuja decisão de consumo é menos afetada pela renda ou disponibilidade de crédito e mais pelo aproveitamento de oportunidades, como isenção temporária de tributos”, acrescenta o estudo.

Segundo o Ipea, análises desse tipo oferecem lições que podem vir a ser aproveitadas no futuro para a formulação de políticas anticíclicas de fomento à atividade econômica.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host