UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

24/05/2010 - 14h02

Brasileiro compra mais bens duráveis no primeiro trimestre de 2010

SÃO PAULO - Entre janeiro e março deste ano, o brasileiro comprou mais bens duráveis do que nos primeiros três meses do ano passado. De acordo com dados da GfK Retail and Tecnology, as vendas em reais foram cerca de 23% mais elevadas, saindo de R$ 18,901 bilhões para R$ 21,768 bilhões.

No período, o destaque de desempenho ficou com a linha Foto, com crescimento de 51% nas vendas, apesar dos preços praticamente estáveis das câmeras digitais, em média, de R$ 549, em 2009, e de R$ 545, em 2010.

Outros segmentos

O segmento de linha branca também chamou a atenção do consumidor, com alta de 39% nas vendas. Neste caso, as principais influências vieram do refrigerador, cujas vendas em reais foram 56% mais altas, dos fogões (20%) e das máquinas de lavar (11%).

A linha marrom também apresentou variação positiva, de 39%, nas comercializações, se comparadas com as dos primeiros trimestres deste ano e do ano passado, sendo a TV de tela fina o produto que apresentou maior aumento nas vendas, de 60%.

No que diz respeito aos eletroportáteis, a linha cresceu 31% no período, devido aos acréscimos nas vendas de ar-condicionado (51%) e ventiladores (30%). Já o setor de telecom obteve um crescimento de 24% no primeiro trimestre de 2010 contra 2009, com as comercializações de smartphones, telefone fixo e celulares crescendo, respectivamente, 138%, 33% e 10%.

Impressoras e Informática

Os segmentos de impressoras e periféricos e de informática foram os que menos atraíram o consumidor brasileiro nos primeiros três meses deste ano.

No primeiro caso, as vendas cresceram somente 3% frente o primeiro trimestre de 2009, com as impressoras multifuncionais respondendo por boa parte deste crescimento, já que suas vendas aumentaram 19% no período.

Quanto ao setor de informática, este registrou queda de 8% na mesma base de comparação, apesar do aumento nas vendas de notebooks, responsáveis por 52% dos negócios em 2010, frente a 44% em 2009.

Último trimestre de 2009

Na comparação entre o primeiro trimestre de 2010 e o último do ano passado, o consumo de bens duráveis apresentou queda de 11%. A variação, contudo, segundo a GfK, é uma movimentação natural do período, já que o último trimestre de 2009 é o período de pico de vendas do ano, por conta do Natal.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host