UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

28/05/2010 - 13h02

Copa não muda a percepção de brasileiro sobre marca, diz pesquisa

SÃO PAULO – O fato de uma marca se associar à Copa do Mundo não faz com que o consumidor mude sua percepção sobre ela, segundo revela pesquisa realizada pela GfK.

De acordo com o levantamento, que ouviu 1 mil pessoas, com idade a partir de 18 anos, de todas as regiões do País, 70% dos brasileiros não mudam a opinião sobre uma empresa, por conta da associação dela com os jogos.

Este percentual é ainda maior entre as mulheres (74%) e pessoas com idade entre 55 e 64 anos (82%). Dentre os homens, esta opinião atinge 65%.

Mudanças

Dos que admitem alguma mudança na percepção de uma marca, por causa da associação dela com a Copa do Mundo, 27% dizem que a mudança é positiva, enquanto 3% que a percepção se torna negativa.

Os homens são os que mais percebem a associação como algo positivo, já que 31% deles possuem esta visão, contra 22% delas.

Marcas

Ainda conforme o estudo, os atributos mais associados a uma marca vinculada à Copa do Mundo são de que ela é internacional/global (58%), possui qualidade (53%) e é uma marca líder (50%).

Além disso, foram citados atributos como confiável (49%), moderna (47%), alegre (45%), inovadora (41%), acessível (40%) e que dá orgulho de ter em casa (36%).

Ao analisar a associação de marcas à Copa do Mundo, aquelas vinculadas ao setor de vestuário esportivo, com 26% das menções, refrigerantes, com 12%, e cervejas, com 11%, foram as mais lembradas pelo consumidor, com destaque para a Nike (14%), Coca-Cola (9%) e Brahma (6%), em cada segmento.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host