UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

31/05/2010 - 09h24

Preços de genéricos podem variar mais de seis vezes, dependendo da farmácia

SÃO PAULO – Pesquisar bem os preços entre uma farmácia e outra antes de comprar é essencial para quem quer diminuir os gastos com medicamentos.

Isso porque, de acordo com pesquisa realizada pela Fundação Procon-SP, o preço de um mesmo remédio genérico, por exemplo, pode variar mais de seis vezes, ou 523,81%, dependendo do local de compra.

A diferença foi verificada no valor comercializado do Diclofenaco Sódico, caixa com 20 comprimidos de 50 mg, cujo menor preço encontrado foi de R$ 1,89 e o maior foi de R$ 11,79, uma diferença absoluta de R$ 9,90.

Medicamentos de marca

No que diz respeito aos medicamentos de referência, também conhecidos como remédios de marca, a maior diferença de preço apurada foi no Gardenal (Fenobarbital) – Sanofi - Aventis, caixa com 20 comprimidos de 100 mg.

O maior preço deste medicamento foi de R$ 5,40, enquanto o menor valor encontrado foi de R$ 2,29, uma diferença de R$ 3,11, ou 135,81%

Remédios de marca x genéricos

A pesquisa do Procon-SP foi realizada entre os dias 03 e 05 de maio. Ainda de acordo com a entidade, no geral, os medicamentos genéricos são 52,27% mais baratos do que os de referência.

Independentemente disto, a Fundação lembra ao consumidor sempre consultar a lista de Preços Máximos dos medicamentos, disponível no site da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), www.anvisa.gov.br; ou nas unidades do comércio varejista, farmácias e drogarias, conforme previsto na Resolução número dois do Cmed (Câmara e Regulação do Mercado de Medicamentos).

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host