UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

04/06/2010 - 09h11

Dia do Meio Ambiente: como investir na bolsa e pensar em sustentabilidade?

SÃO PAULO – Quanto custa ajudar o mundo a ser mais sustentável? Em alguns casos, não é preciso desembolsar nada e ainda é possível ganhar dinheiro com a onda de preservação da natureza, reflexão importante para o Dia Mundial do Meio Ambiente, comemorado no sábado (5).

Até mesmo investidores podem aderir ao movimento “verde”. No Brasil, quem está alocado em ações, por exemplo, pode escolher empresas sustentáveis, apontadas no ISE (Índice de Sustentabilidade Empresarial), que completa cinco anos em 2010.

Desde novembro de 2005, o índice registrou uma variação de 85,82%, o que mostra os ganhos de quem escolheu essas empresas sustentáveis. No mesmo período, o Ibovespa (Índice da Bolsa de Valores de São Paulo) variou 97,53% e o IGC (Índice de Governança Corporativa), 84,60%.

A história do índice
Há alguns anos, criou-se uma tendência de investidores procurarem empresas socialmente responsáveis, sustentáveis e, ao mesmo tempo, rentáveis.

O que se tinha em mente era que essas companhias estariam mais preparadas para enfrentar riscos econômicos, sociais e ambientais e, portanto, gerariam valor ao acionista no longo prazo. A tendência ganhou força no Brasil, com a criação do ISE.

O índice tem como objetivo refletir o retorno de uma carteira composta por ações de empresas com reconhecido comprometimento com a responsabilidade social e a sustentabilidade empresarial, e também atuar como promotor das boas práticas no meio empresarial brasileiro.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host