UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

10/06/2010 - 09h03

Inadimplência dos consumidores registra primeira alta desde outubro

SÃO PAULO – O crescimento acelerado do endividamento dos consumidores ao longo dos últimos trimestres acarretou em um avanço de 1,9% da inadimplência em maio na relação com o mesmo período de 2009.

Esse cenário fez com que a inadimplência dos consumidores registrasse a primeira alta na comparação anual desde outubro do ano passado.

De acordo com o Indicador Serasa Experian de Inadimplência do Consumidor, divulgado nesta quinta-feira (10), ainda houve alta na relação com abril, registrando variação de 4,3%.

Em relação ao período acumulado, janeiro a maio, a inadimplência do consumidor apontou queda de 3,7%, representando a maior desaceleração para um acumulado até maio desde o início do indicador, em 2000.

Pressões 

Mesmo com a inadimplência voltando a subir, em decorrência do maior endividamento e das taxas de juros crescentes, os analistas do Serasa Experian acreditam que as boas perspectivas para o crescimento econômico em 2010, e por consequência do mercado de trabalho, devem impedir uma elevação muito acentuada dos níveis de inadimplência do consumidor durante o segundo semestre.

De janeiro a maio de 2010, em comparação com o mesmo período do ano anterior, o valor médio das dívidas com cheques sem fundos subiu 42,7%. Os títulos protestados e os cartões de crédito e financeiras também tiveram alta de 8,9% e 5,2%, respectivamente. A única modalidade de inadimplência que apresentou queda foram as dívidas com os bancos, com -0,1%.

A inadimplência com cartões e financeiras pesou 32,3% na taxa de maio. Naquele mês, o índice para essa modalidade subiu 8,1%. A inadimplência com protestos registrou alta de 2,6%. Porém, essa modalidade só pesou 2% na taxa global.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host