UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

15/06/2010 - 09h44

Férias de julho: um dia em Campos do Jordão está 41% mais em conta

SÃO PAULO - De acordo com pesquisa realizada pelo Creci-SP (Conselho Regional de Corretores de Imóveis do Estado de São Paulo), quem for à montanha nestas férias de julho vai economizar 41,24% sobre o que gastou no ano passado.

Isso porque, segundo o levantamento, dos 9 tipos de imóveis avaliados apenas um registrou aumento – apartamentos de dois dormitórios. Para esse tipo de imóvel, o aluguel em Campos ficou 9,96% mais caro e a diária média passou de R$ 470 para R$ 516,80 para o período de férias.

Já a maior queda registrada, de 41,24%, foi identificada entre apartamentos de um dormitório, cujo valor médio do aluguel passou R$ 350 para R$ 205,67. Ainda dentre os tipos de imóveis que registraram queda no valor médio do aluguel na região, estão as casas de dois cômodos, cujo aluguel diário passou de R$ 300 para R$ 200 – uma queda de 33,33%.

Ainda entre as quedas estão casas de três dormitórios. Para esse tipo de imóvel, o valor médio do aluguel diário passou de R$ 796,43 para R$ 550 – um recuo de 30,94%. Apartamentos de três dormitórios registraram queda de 30,90% na diária, ao passar de R$ 832,14 para R$ 575.

Outras regiões

De acordo com o levantamento do Creci-SP, ao contrário de Campos, está mais caro passar um dia em outras regiões montanhosas, como em Serra Negra, Avaré e Águas de Lindóia, na comparação com julho de 2009.

Nessas regiões, os valores variam de um mínimo de R$ 80 diários por um apartamento de um dormitório na cidade de Serra Negra, muito procurada pelo seu turismo de compras, a R$ 1.070 por uma casa de quatro dormitórios em Avaré. “Entre esses extremos, há muitas outras opções para atender aos mais variados gostos e necessidades”, afirmou, por meio de nota, o presidente do Creci, José Augusto Viana Neto.

Considerando as oito regiões montanhosas analisadas pelo Creci (Atibaia, Campos, Águas de Lindóia, Águas de Santa Bárbara, Águas de São Pedro, Avaré, Brotas, Serra Negra), o maior aumento foi verificado entre as casas de dois dormitórios em Atibaia, que registrou alta de 181,25% na diária média, ao passar de R$ 80 para R$ 225.

O mesmo tipo de imóvel, só que localizado em Águas de Lindóia, registrou aumento de 164% no valor do aluguel, que para estas férias de julho está em R$ 396, contra os R$ 150 registrados no mesmo período do ano passado.

Em Águas de Santa Bárbara, a diária de casas de três dormitórios estão 106,25% mais caras. Neste ano, o valor médio do aluguel está R$ 412,50, contra os R$ 200 registrados em julho de 2009.

Veja tabelas a seguir e compare os valores de casas e apartamentos nas regiões mais procurados neste inverno no estado de São Paulo: 

 

Aluguel de casas nas montanhas - férias de julho (em R$)
Região 2 côm 1d 2d 3d 4d
Águas de Lindoia - 150 396 193,33 450
Águas de Santa Bárbara - - 400 412,50 300
Águas de São Pedro - - 250 300 400
Atibaia - - 225 437,50 525
Avaré 120 180 233,33 450 1.070
Brotas 100 150 200 450 500
Campos do Jordão 200 241,75 397,71 550 850
Serra Negra - - 283,33 342,50 -
Fonte: Creci-SP

 

Aluguel de apartam. nas montanhas - férias (em R$)
Região Kit 1d 2d 3d 4d
Águas de Lindoia - 140 225 440 500
Águas de Santa Bárbara - - - - -
Águas de São Pedro - - - - -
Atibaia - - - - -
Avaré - - - - -
Brotas - - - - -
Campos do Jordão - 205,67 516,80 575 825
Serra Negra - 80 170 203,33 -
Fonte: Creci-SP

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host