UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

25/06/2010 - 10h45 / Atualizada 25/06/2010 - 10h53

Brasileiros estão entre os que menos pretendem gastar com viagens de férias

SÃO PAULO - Os brasileiros estão entre os que menos pretendem viajar nas próximas férias, segundo revelam dados de levantamento realizado pela GfK, empresa especializada em pesquisa de mercado.

De acordo com o estudo, 54% dos brasileiros ficará em casa no próximo recesso, percentual que confere ao Brasil o sexto lugar no ranking dos que não planejam gastos com viagem a lazer este ano. Em primeiro lugar, estão os búlgaros, com 71% das intenções. Seguem na lista os entrevistados da Romênia (70%), Portugal (66%), Hungria (65%) e Polônia (62%).

Gastos

Dentre os que pretendem viajar, a pesquisa, que ainda inclui Bélgica, França, Alemanha, Itália, Holanda, Espanha, Suécia, Reino Unido, República Tcheca, Estados Unidos e Turquia, mostra que, na maioria dos países, uma boa parte das pessoas pretende gastar até 500 euros, cerca de R$ 1.100, considerando que 1 euro equivale a R$ 2,20, conforme cotação de 23 de junho.

A República Tcheca é o país onde o maior número de pessoas pretende gastar esta quantia (37%), seguida pela Turquia (34%).

Já entre os que pretendem gastar de 501 a 1 mil euros ou entre R$ 1.102 e R$ 2.200, Suécia, Holanda, Alemanha e Bélgica foram os países que registraram os maiores percentuais, de 26%, 23% e os dois últimos de 22% cada, respectivamente.

No que diz respeito a gastos acima de 5000 euros (R$ 11 mil), apenas nos Estados Unidos (5%), Reino Unido (4%), Suécia (2%), Holanda (2%) e Bélgica (2%) foram registradas pessoas que declararam essa intenção.

Brasil No Brasil, o gasto médio das pessoas que pretendem viajar nas férias é de R$ 1.300, sendo que 15% pretendem gastar até R$ 500, 10%, de R$ 501 a R$ 1 mil. Outros 5% planejam desembolsar de R$ 1.001 a R$ 1.500, mesmo percentual de quem quer gastar de R$ 1.501 a R$ 2 mil. Já 3% responderam de R$ 2.001 a R$ 3 mil e de R$ 3.001 a R$ 5 mil.

Somente 2% das pessoas devem gastar mais de R$ 5 mil nas próximas férias e 4% ainda não decidiram o quanto pretende reservar para a despesa.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host