UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

15/07/2010 - 11h58

Transmissão Paulista mantém preferência em carteiras defensivas de julho

SÃO PAULO - A Transmissão Paulista (TRPL4) liderou as recomendações das carteiras de dividendos do mês de julho, que apontam ações com os melhores dividend yields. A empresa obteve cinco recomendações entre seis portfólios compilados no período.

Neste mês, foram usadas as carteiras da Ativa, Coinvalores, Omar Camargo, XP Investimentos, Senso e SLW. Como normalmente acontece, o setor elétrico segue dominando as preferências dos analistas sob a ótica de dividendos.

Entre as perspectivas para a Transmissão Paulista, a Ativa Corretora destacou que a empresa se beneficia do aumento esperado para o IGP-M (Índice Geral de Preços do Mercado), uma vez que as tarifas de transmissão são anualmente reajustadas de acordo com a variação deste índice. "A Transmissão Paulista tem, pela natureza de seu negócio, um appeal de muita estabilidade e dividend yield projetado para 2010 de 10%", disse a Ativa.

De olho no cenário positivo para o setor, a Link Investimentos elevou sua recomendação para os papéis da companhia para outperform (desempenho acima da média do mercado). De acordo com o analista Felipe Rocha, dentre as razões pelas quais houve uma melhora na recomendação da Link está a projeção de que a performance das ações TRPL4 excederá a do Ibovespa neste ano e o fato do papel ter um caráter defensivo, “o que é positivo em um momento de volatilidade nos mercados acionários”.

Segunda posição

No segundo lugar, com quatro recomendações, ficaram as ações da AES Tietê (GETI4). As recomendações para os papéis da companhia decorrem do histórico de boa pagadora de dividendos, bem como a performance positiva dos papéis nos últimos pregões.

Com desempenho bastante positivo em maio, outperformando de forma significativa o Ibovespa, os papéis tiveram sua recomendação assegurada pela Ativa por conta do perfil estável da AES Tietê, tanto pela característica do perfil de contratação da energia assegurada da empresa quanto pela localização do parque gerador, que mantém um fluxo hidráulico e financeiro relativamente constante. "A geradora tem dividend yield esperado para 2010 de 11%", destaca a corretora.

Outras empresas

Apesar de não terem recebido votos o suficiente para ficar entre as mais recomendadas nas carteiras de dividendos, outras empresas foram mencionadas pelos analistas nas carteiras defensivas do mês de julho. A Telesp (TLPP4) e a Eletropaulo (ELPL6) receberam três votos cada, enquanto a CPFL Energia (CPFE3) e a Souza Cruz (CRUZ3) obtiveram duas recomendações cada. Já Copasa (CSMG3), Ambev (AMBV4), Cielo (CIEL3), Eternit (ETER3), Tegma (TGMA3), Light (LIGT3), Bradesco (BBDC4), Cremer (CREM3), Coelce (COCE5), Equatorial Energia (EQTL3), Odontoprev (ODPV3) e Telemar (TMAR5) receberam um voto cada.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host