UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

16/07/2010 - 17h22

Intenção de compras cai na primeira quinzena de julho em SP

SÃO PAULO – O consumidor esteve menos disposto a comprar na primeira quinzena de julho, frente ao mesmo período de junho. Tanto as consultas para vendas à vista quanto a prazo registraram queda na base comparativa, revelou a ACSP (Associação Comercial de São Paulo) nesta sexta-feira (16). 

O SCPC Cheque, indicador de compras à vista, revelou uma queda de 5,6% entre a primeira quinzena de junho e julho, enquanto o SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito), indicador de compras a prazo, apresentou uma redução de quase 3% no período. Isso porque o frio não chegou no início do mês, o que poderia ter incentivado as compras. De acordo com a ACSP, os dados revelam ainda o período de saída prematura da seleção brasileira da Copa do Mundo, que desestimulou o consumo.

Frente ao mesmo período do ano passado, por sua vez, o comércio tem o que comemorar. Houve alta de 6,9% nas consultas ao SCPC, que mede a intenção de comprar a prazo, e de 4,4% no SCPC Cheque, que mede a intenção de fazer aquisições à vista.

Inadimplência Os registros recebidos (carnês em atraso) apresentaram alta de 2,8% na primeira quinzena de julho, na comparação com igual período de 2009, enquanto os registros cancelados (carnês quitados ou renegociados) aumentaram 3,8%, o que neutraliza a inadimplência e faz com que ela não preocupe.

Quando comparados à primeira quinzena de junho deste ano, houve alta de 4,9% nos registros recebidos e de 6,9% nos cancelamentos.

“Em virtude de fatores atípicos, já mencionados, que marcaram essa primeira quinzena de julho, é preciso aguardar o fechamento do mês para verificar se as tendências apontadas pelos indicadores se confirmam ou se decorrem apenas de fatores circunstanciais”, diz a ACSP, em referência à Copa e ao clima.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host