UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

20/07/2010 - 15h20

Álcool registra queda de 3,15% em julho, aponta IBGE

SÃO PAULO – Em julho, o preço do álcool caiu 3,15% frente ao verificado em junho, de acordo com IPCA-15 (Índice de Preços ao Consumidor Amplo), a prévia da inflação oficial, divulgada nesta terça-feira (20) pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

Segundo o levantamento, a queda no preço do álcool levou a gasolina a ficar 0,53% mais em conta neste mês, já que o derivado do petróleo é influenciado pelas variações dos preços do derivado de cana-de-açúcar, porque detém 25% de álcool anidro em sua composição.

De forma geral, no mês passado, os combustíveis ficaram 0,72% mais baratos no Brasil.

Quedas acumuladas

Considerando as variações dos últimos 12 meses terminados em julho, o preço do álcool está 5,02% mais caro e a gasolina pesa 1,27% a mais no bolso do motorista. Os combustíveis, no geral, ficaram 1,41% mais caros no período. Em contrapartida, o GNV registrou queda de 1,80%.

Quando analisado o acumulado dos sete primeiros meses de 2010, os combustíveis estão 2,22% mais baratos, estimulados pela redução de 14,68% no litro do álcool e pela queda de 1,14% no preço da gasolina. No período, o GNV registrou alta de 0,20%.

No período, os destaques ficaram com Goiânia, Curitiba e São Paulo, que registraram quedas respectivas de 25,70%, 22,07% e 19,12% nos preços do etanol.

Recife e Salvador foram as únicas capitais onde o combustível encareceu, 2,97% e 3,91%, nesta ordem.

A capital goiana também registrou a maior queda no período do preço da gasolina, de 11,95%, seguida por Curitiba, onde o combustível ficou 6,80% mais em conta. Por outro lado, Salvador registrou a maior alta, de 8,22%.

Considerando os preços dos combustíveis de maneira geral, entre janeiro e julho, Goiânia mais uma vez apresentou a maior queda, de 12,61%, e Salvador a maior alta, de 8,11%, como mostra a tabela a seguir:
 



Inflação dos combustíveis acumulada de janeiro a julho 2010 
Capital Combustíveis Gasolina Álcool
Rio de Janeiro -0,05% 0,47% -6,86%
Porto Alegre -2,27% -1,74% -13,27% 
Belo Horizonte 0,05% 0,25% -2,68% 
Recife 2,92% 2,91%  2,97% 
São Paulo -2,40% -0,17% -19,12% 
Distrito Federal -2,34% -2,21% -4,89% 
Belém 1,59% 2,42% -8,42% 
Fortaleza 0,33% 0,66% -7,40% 
Salvador 8,11% 8,22% 3,91% 
Curitiba -8,04% -6,80% -22,07% 
Goiânia -12,61% -11,95% -25,70% 
Nacional -2,22% -1,14% -14,68% 

Fonte: IBGE

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host