UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

05/08/2010 - 16h31

Cerca de 8,7 milhões de brasileiros das classes C e D pretendem viajar de avião

SÃO PAULO – As novas ações das companhias aéreas com foco na baixa renda fazem sentido. Isso porque cerca de 8,7 milhões de brasileiros das classes C e D pretendem viajar de avião pela primeira vez nos próximos 12 meses, como mostra levantamento feito pelo instituto de pesquisas Data Popular.

O acesso desse segmento ao universo do consumo e seus mecanismos é cada vez maior. E meios como o cartão de crédito servem como instrumentos para esse acesso. Os dados mostram que, para as companhias aéreas, o filão se mostra como uma oportunidade de negócio que ainda tem muito potencial para crescer.

Para se ter uma ideia, 83% da classe D nunca viajou de avião. Entre os brasileiros que pertencem à classe C, esse percentual alcança os 53%. Considerando os dois segmentos população, 58% já viajaram de ônibus mais do que oito horas. Juntas, as classes C e D representam 82% dos brasileiros que pretendem viajar de avião pela primeira vez.

“Nos últimos anos, a chegada de novas companhias ao setor, a queda no valor das passagens e principalmente as opções de parcelamento na hora de pagar os bilhetes aéreos ajudaram a democratizar as viagens de avião”, afirma Renato Meirelles, sócio-diretor do Data Popular.

Mercado promissor

Os dados do instituto ainda revelam que, até 2011, 26,4 milhões de brasileiros pretendem viajar de avião, independentemente da classe social. O número considera os brasileiros que já viajaram e aqueles que nunca viajaram com o meio de transporte. Desse total, 67% estão nas classes C e D.

Considerando essas classes, o mercado de viagens domésticas deve movimentar R$ 11,04 bilhões no próximo ano. Isso representa um crescimento de 26% na comparação com 2003, quando as classes C e D responderam por 38% das despesas no segmento. Ao todo, o instituto calcula que os gastos dos brasileiros nesse mercado alcançarão R$ 23 bilhões

O estudo ainda aponta que a maioria das pessoas que não viajam de avião acredita que esse meio de transporte ainda está distante da sua realidade. Porém, os que já experimentaram o meio de transporte dificilmente voltam a viajar de ônibus.

Entre os que já utilizaram o avião, 85% afirmaram que utilizarão esse meio na próxima viagem. Já entre os que nunca viajaram por uma companhia aérea, 14% querem utilizar o avião da próxima vez.

Ações de atração

Para conquistar parte desse segmento, as companhias aéreas estão buscando novos meios para alcançar esses segmentos da população. A TAM, por exemplo, anunciou nesta quinta-feira (5) uma parceria com a Casas Bahia para a venda de passagens na rede varejista. Já a Azul deve anunciar ação semelhante nas próximas semanas.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host