UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

05/08/2010 - 13h22

Greve: quem não for atendido por médicos do INSS deve remarcar consulta

SÃO PAULO – A direção do INSS (Instituto Nacional de Segurança Social) orienta a todos os segurados impossibilitados de passar por perícia com os médicos da Previdência Social, em função da greve da categoria, que remarquem a consulta, para não perderem o benefício.

De acordo com informações da Agência Brasil, os beneficiários devem se encaminhar a um posto da Previdência Social conforme data e horário marcados. O reagendamento também pode ser feito na Central 135 (a ligação é gratuita).

Quem não comparecer na data e horário marcados será declarado desistente, mesmo que alegue a greve dos peritos como causa da falta. O pagamento do benefício é relativo ao período de afastamento, se confirmado o motivo na perícia médica, informou o órgão.

Na quarta-feira (4), das 30 mil consultas previstas para acontecer, cerca de quatro mil deixaram de ser feitas e devem ter sido reagendadas.

Paralisação

A greve dos médicos peritos, que é considerada legal, começou no dia 22 de junho. Por determinação do STJ (Superior Tribunal de Justiça), 50% dos profissionais se revezam na operação de cada agência da Previdência Social.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host