UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

10/08/2010 - 17h40

Arrecadação da previdência privada cresce 18,11% no primeiro semestre

SÃO PAULO - O mercado de previdência privada atingiu, no primeiro semestre deste ano, R$ 19,84 bilhões em arrecadação, montante 18,11% maior do que o registrado no mesmo período de 2009 (R$ 16,80 bilhões).

Existem no Brasil 11,5 milhões de contratos de planos de previdência. Os dados fazem parte de relatório realizado pela Fenaprevi (Federação Nacional de Previdência Privada e Vida) e divulgado nesta terça-feira (10)

Entre janeiro e junho, o VGBL (Vida Gerador de Benefício Livre) captou 21,66% mais do que no mesmo período de 2009, totalizando R$ 15,61 bilhões. O PGBL (Plano Gerador de Benefício Livre), por sua vez, registrou avanço de 14,52%, para R$ 2,56 bilhões no período. A captação dos planos tradicionais teve queda de 3,60%, para R$ 1,65 bilhão.

Por segmento, os planos individuais lideram, com R$ 16,56 bilhões em captação, um crescimento de 21,95% em relação ao primeiro semestre do ano passado. Os planos empresariais vêm a seguir, com a arrecadação de R$ 2,61 bilhões, valor 24,41% maior do que o de 2009. Já os planos para menores captaram R$ 663,09 milhões nos seis primeiros meses deste ano.

Mercado

As provisões – recursos acumulados pelos titulares dos planos do sistema de previdência complementar – apresentaram saldo de R$ 190,56 bilhões em junho, alta de 21,52% na comparação com o mesmo período de 2009.

Em relação à carteira de investimentos, referente aos ativos que garantem as provisões técnicas, o mercado cresceu 21,88% em junho, para R$ 197,97 bilhões.

Quanto ao ranking das empresas, a Bradesco Vida e Previdência ficou na liderança de captação nos seis primeiros meses do ano, com 31,97% de participação no mercado, seguida por BrasilPrev (20,07%), Itaú Vida e Previdência (19,41%) e Caixa Vida & Previdência (8,75%).

O Santander Seguros (8,49%) e HSBC (4,60%) são, respectivamente, o quinto e o sexto colocados. Na sequência, estão Safra (1,12%), Icatu Hartford Seguros (0,92%), Sul América (0,75%) e Porto Seguro (0,58%). As demais seguradoras responderam, juntas, por 3,34% da captação.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host