UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

11/08/2010 - 10h44

Juros ao consumidor recuam em julho e têm menor taxa desde abril, mostra Anefac

SÃO PAULO – A taxa média de juros cobrada nos financiamentos à pessoa física recuou 5 pontos base (0,05 ponto percentual) em julho, registrando a menor taxa desde abril de 2010, quando ficou em 6,82%. No sétimo mês do ano, os juros médios ficaram em 6,85% ao mês e, em junho, a taxa era de 6,90%.
De acordo com dados divulgados pela Anefac (Associação Nacional dos Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade) nesta quarta-feira (11), essa queda pode ser atribuída ao bom momento pelo qual passa a economia brasileira, à normalização do mercado externo após período de grande turbulência provocado pela crise nos países europeus (Grécia, Portugal e Espanha) e à volta do crescimento econômico no mercado internacional.
Além disso, explicou a entidade, a normalização do crédito no mercado internacional, a redução dos índices de inadimplência e a maior competição no sistema financeiro também contribuíram para que as taxas de operações de crédito para pessoa física tenham sido reduzidas, mesmo após aumento na taxa básica de juros.
Com relação à taxa média registrada no mesmo período de 2009, houve recuo de 36 pontos-base (0,36 ponto percentual), uma vez que, em julho daquele ano, a taxa média era de 7,21% ao mês.
Selic e juros ao consumidor

De acordo com a Anefac, entre janeiro e julho deste ano, a Selic sofreu uma elevação de 2 pontos-base (0,02 pontos percentuais), passando de 8,75% para 10,75% ao ano, no período.
Ao mesmo tempo, a taxa de juros média para pessoa física registrou queda de 50 pontos-base (0,50 p.p.), passando de 121,96% ao ano para 121,46% ao ano no mesmo período.
Por modalidade

Entre o sexto e o sétimo mês de 2010, apenas os juros do cartão de crédito ficaram estáveis. Todas as outras linhas de crédito acompanhadas pela Anefac apresentaram queda nos juros.
Na comparação com julho do ano passado, com exceção do cartão de crédito, que registrou alta de 1 ponto-base (0,01 ponto percentual), e do cheque especial, com alta de 3 pontos-base (0,03 ponto percentual), as demais modalidades registraram queda.
A tabela abaixo inclui a taxa média mensal cobrada nas seis modalidades de financiamento para as pessoas físicas acompanhadas pela Anefac, para junho e julho deste ano, assim como a taxa no sétimo mês do ano passado, além da variação em pontos-base:










Tipo de Financiamento Jul/09(%) Jun/10(%) Jul/10(%) Var.Mês* Var.12 meses**
Crediário 6,04 5,88 5,78 -10 -26
Cheque Especial 7,44 7,5 7,47 -3 3
Cartão 10,68 10,69 10,69 0 1
CDC Banco 2,75 2,48 2,46 -2 -29
Empréstimo Pessoal 5,26 4,87 4,85 -2 -41
Financeira 11,09 9,93 9,93 0 -116
Taxa Média 7,21 6,9 6,85 -5 -36




*Variação em pontos base de Julho sobre o mês de Junho
**Variação em pontos base de Julho de 2010 sobre Julho de 2009

Hospedagem: UOL Host