UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

11/08/2010 - 14h37

Na classe C paulistana, 40% das pessoas não investem

SÃO PAULO – Um total de 40% da classe C da cidade de São Paulo não faz nenhum tipo de investimento, revelou pesquisa da Quorum Brasil.

A explicação para isso, segundo os dados, é o nível de endividamento deste grupo de brasileiros, que teve nos últimos tempos um largo acesso ao crédito e a novos bens de consumo.

Para se ter uma ideia, em julho, dados da Fecomercio-SP mostraram que o percentual de famílias paulistanas endividadas atingiu o maior patamar dos últimos 12 meses, quando 52% de 1,85 milhão delas estavam nesta situação.

Homens x mulheres

Entre os homens, o investimento é mais recorrente, uma vez que 27% deles afirmaram que não aplicam nenhum dinheiro, enquanto, entre as mulheres, 52% deram essa resposta.

"As mulheres, provavelmente por conta da desigualdade salarial, são aquelas com menor possibilidade de guardar o dinheiro, de fazer algum tipo de investimento", diz a Quorum Brasil. 

Entre aqueles que investem, 51% dos homens alocam recursos para a poupança, enquanto 34% das mulheres fazem o mesmo.

A pesquisa da Quorum foi feita com base em 400 entrevistas, com homens e mulheres com idade entre 25 e 50 anos, na cidade de São Paulo, em agosto. A classe C considera é formada por pessoas que trabalham e têm renda familiar de R$ 1,5 mil a R$ 2 mil.
Hospedagem: UOL Host