UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

16/08/2010 - 08h40

Inadimplência do consumidor deve registrar altas moderadas, prevê Serasa

SÃO PAULO – De acordo com o Indicador Serasa Experian de Perspectiva da Inadimplência, divulgado nesta segunda-feira (16), o nível de inadimplência dos consumidores deve crescer no segundo semestre moderadamente.

Segundo o estudo, em junho, a perspectiva de inadimplência do consumidor para os próximos seis meses apresentou queda de 0,5%, a segunda queda mensal seguida, já que o indicador de maio, revisado, registrou recuo de 0,2%. Com o resultado, o índice chegou a 96,2 pontos.

O crescimento do endividamento dos consumidores ao longo dos últimos trimestres e as últimas elevações da taxa Selic, que encarece o crédito para o consumidor, ainda configuram como os principais fatores para a perspectiva de aumento da inadimplência para nos próximos meses.

Resistência

Por outro lado, na avaliação dos analistas da Serasa, mesmo com a perspectiva de aumento na inadimplência, o fato do índice ainda estar abaixo no nível 100 aponta que a inadimplência do consumidor não deve alcançar níveis tão elevados como o apurado entre o final de 2008 e início de 2009, quando a economia brasileira sentia os reflexos da crise econômica internacional.

Com isso, os analistas acreditam que o crescimento da inadimplência será “modesto” e não deve comprometer a evolução da oferta de crédito ao consumidor.

O indicador Serasa Experian de Perspectiva da Inadimplência dos Consumidores avalia, em um horizonte de seis meses, em que fase do ciclo estarão várias variáveis econômicas, como concessões reais de crédito, inadimplência, crise e recuperação.

Hospedagem: UOL Host