UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

18/08/2010 - 08h00

Débitos não autorizados ainda lideram queixas contra bancos, mostra BC

SÃO PAULO – Débitos não autorizados foram os principais motivos das reclamações contra bancos no sétimo mês do ano, conforme divulgou o Banco Central. Das 799 reclamações procedentes contra todos os bancos do País no último mês, 119 eram sobre essa operação, que representou 14,9% do total.

Do total referente a esse tipo de reclamação, 35 foram contra o Banco do Brasil e 23, contra a Caixa Econômica. Em seguida, estão o Itaú, com 22 reclamações sobre débitos não autorizados, o Santander, com 21 reclamações desse tipo, o Bradesco, com 17 queixas, e o HSBC, com 1 reclamação dessa natureza.

Em junho, débitos não autorizados também estavam em primeiro lugar do ranking, com 114 queixas, 15,3% do total de 746 reclamações procedentes de todos os bancos daquele mês.

Outras reclamações

Já a reclamação com o segundo maior número de incidência foi a que se refere à Circular 3289, que trata de esclarecimentos incompletos ou incorretos, com 66 ocorrências – ou 8,26% do total. Neste caso, as instituições que mais tiveram reclamações desse tipo foram BMG, com 26 reclamações, Bradesco (10), Banco GE Capital SA (5), BNP Baribas (4) e Banco do Brasil (4).

Sofisa, Itaú, PSA Finance e Santander empataram com duas reclamações. Já Panamericano, Cruzeiro do Sul, Bonsucesso, Caixa Econômica Federal, Pine, HSBC, Votorantim, Safra e CSF SA registraram uma reclamação cada.

Em terceiro, com 63 reclamações, ficaram as operações não reconhecidas, que representaram 7,9% do total de queixas. Na tabela abaixo, é possível verificar as dez principais reclamações de julho:

Reclamação Número Representação
Conta - débitos não autorizados   119 14,9%
Circular 3289 - esclarecimentos incompletos/incorretos 66 8,26%
Tarifas - Cobrança irregular - serviços não contratados  63 7,9%

Segurança dos meios alternativos - operações não reconhecidas

48 6%
Segurança dos meios alternativos - saques e depósitos divergentes  42

5,25%

Tarifas - Cobrança irregular - serviços diferenciados

38 4,75%
Circular 3289 - descumprimento de prazo 38 4,75%
Restrições aos canais de atendimento convencionais 36 4,50%
Concessão de crédito sem título adequado - ausência de documento
crédito consignado 
34 4,25%
Conta - encerramento 27 3,38%

Bancos com mais de um milhão de clientes

De acordo com o levantamento, somente o número de reclamações contra os bancos com mais de um milhão de clientes alcançou 618 casos no mês passado. O número, frente a junho, registrou um aumento de 1,32%, uma vez que naquele mês havia 610 queixas procedentes contra bancos com mais de um milhão de clientes.

Frente ao mesmo mês de 2009, o número de reclamações contra bancos, ainda considerando aqueles com mais de um milhão de clientes, também registrou alta, de 14,45%, já que naquele mês o total de reclamações somou 540.

Hospedagem: UOL Host