UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

19/08/2010 - 14h26

E-book: 56% dos brasileiros que conhecem comprarão, se preço for acessível

SÃO PAULO – Mais da metade dos brasileiros que conhecem o e-book (56%) pretende adquirir a ferramenta, se o preço for acessível, segundo aponta estudo realizado pela GfK, empresa especializada em pesquisa de mercado.

De acordo com o levantamento, a região Nordeste é a mais receptiva à compra do livro virtual (70%), enquanto que a região Sul é a menos propensa à aquisição da ferramenta, com 61% das respostas.

Por classe econômica, os consumidores das classes C e D são os que mais pretendem comprar o e-book, com 58%, contra 54% da classe A e B.

Idade e gênero

No que diz respeito à idade, a intenção de compra é maior entre os que possuem de 25 a 34 anos (67%). Por outro lado, o e-book é desejo distante para 68% das pessoas com mais de 56 anos e para 51% daqueles cuja faixa etária fica entre 45 e 55 anos.

Já a análise por gênero mostra que a vontade adquirir a ferramenta é praticamente igual entre homens e mulheres: 56% e 55%, respectivamente.

Você conhece o e-book?

O levantamento da GfK ouviu 1 mil pessoas, a partir dos 18 anos, em maio deste ano, em 12 regiões metropolitanas do País e apurou que 67% dos entrevistados não conhecem o e-book, como é chamado o livro digital.

Dentre os consultados, as pessoas das classes C e D (76%), os habitantes do Nordeste (74%), as mulheres (72%) e aqueles com idade entre 45 e 55 anos (72%) são os que mais ignoram a existência da ferramenta.

Em contrapartida, os jovens na faixa etária dos 18 aos 24 anos (36%) e os moradores das regiões Norte e Centro-Oeste (41%) são os que mais afirmam conhecer ou ter ouvido falar do e-book.

Hospedagem: UOL Host