UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

19/08/2010 - 14h54

Para dar conta da demanda, bancos devem abrir mais de 350 agências neste ano

SÃO PAULO – O aumento do número de brasileiros bancarizados está fazendo com que os bancos ampliem suas redes de atendimento. Até o final deste ano, mais de 350 novas agências vão ser abertas pelas grandes instituições.

Itaú Unibanco, Santander, Banco do Brasil e Bradesco vão inaugurar novas instalações para suprir a demanda, como estratégia de captação de novos clientes e crescimento ou mesmo devido ao crescimento natural da rede.

O Bradesco deve abrir 175 novas agências no País ainda neste ano. Para dar conta da demanda por atendimento, no mesmo período, o Itaú Unibanco deve inaugurar 150 novas agências no Brasil.

Em São Paulo, o Banco do Brasil deve abrir 30 agências, sendo que 23 delas devem ser voltadas ao segmento de alta renda do banco. Segundo a instituição, ainda não há uma meta de ampliação da rede no Brasil. “A expansão da rede de atendimento faz parte da estratégia de crescimento do BB e pela busca de um melhor posicionamento no estado”, disse o banco, por meio de nota.

O Santander, por outro lado, tem uma meta definida: a de abrir 600 novas agências em todo o País até 2013. Em julho, foram inauguradas seis agências do banco apenas na capital paulista.

Dificuldades de atendimento

As dificuldades de atendimento em canais convencionais nos bancos fez esse quesito ficar em oitavo lugar no ranking de reclamações contra bancos de julho divulgado pelo Banco Central.

O quesito “restrições aos canais de atendimento convencionais” representou as dificuldades que os clientes tiveram de serem atendidos nos meios eletrônicos dos bancos, como telefone e internet.

Foram 36 reclamações procedentes relativas ao quesito no mês passado. Elas representaram 5,82% de 618 queixas contra todos os bancos com mais de um milhão de clientes.

Na lista das instituições que receberam mais reclamações sobre o atendimento, ficaram o Banco do Brasil, com 14 reclamações, a Caixa Econômica Federal, com 12 queixas, o Bradesco, com 7 queixas, o HSBC com 2, e o Itaú, com uma queixa sobre o tema. 

Hospedagem: UOL Host