UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

24/08/2010 - 10h49

Emissão de títulos protestados sobe 3,9% no Sudeste em julho

SÃO PAULO – O volume de títulos protestados emitidos por pessoas físicas no Sudeste registrou aumento de 3,9% em julho, na comparação com junho, de acordo com levantamento da Equifax.

No mês passado, foi registrado um volume de 179.422 títulos protestados. Na comparação com julho do ano passado, houve queda, de 17,7%.

Considerando o número de dias úteis, o volume de protestos emitidos foi 0,82% menor na comparação com junho 13,96% menor frente ao mesmo período do ano passado.

Fortalecimento da indústria

De acordo com o estudo, o fortalecimento da indústria na região é um dos principais fatores que evitou um aumento ainda maior do volume de títulos protestados emitidos por pessoas físicas.

O aumento dos salários reais e a queda do nível de desemprego também contribuíram para o desempenho, de acordo com o consultor do Centro de Conhecimento da Equifax, Alcides Leite.

Apesar disso, a Equifax acredita que os recentes aumentos das taxas de juros ainda não foram suficientes para reverter a tendência de queda no volume de protestos de títulos emitidos por pessoas físicas.

Com juros mais altos, os custos dos financiamentos sobem, diminuindo a capacidade de pagamento dos débitos contraídos. Porém, a empresa acredita que, por conta do cenário mais equilibrado e com os bons resultados da produção industrial ao longo do ano, os efeitos desse aumento dos juros devem ser menos intensos.

Títulos protestados

Levantamento feito também pela Equifax neste mês mostrou que em julho foram protestados 754.604 títulos (considerando pessoas físicas e jurídicas), um aumento de 19,70% frente a junho. Na comparação com o sétimo mês de 2009, quando houve o protesto de 842.596 títulos, houve queda de 10,44%. 

Segundo a Equifax, o aumento verificado em julho já pode ser resultado dos efeitos da elevação da taxa de juros praticadas pelo mercado, mas somente os resultados dos próximos meses poderão confirmar essa tendência.

Hospedagem: UOL Host