UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

25/08/2010 - 16h48

Reação das ações a acidente com Embraer foi precipitada, dizem analistas

SÃO PAULO – As ações da Embraer (EMBR3) encerraram o pregão da última terça-feira (24) entre os destaques de queda do Ibovespa, com forte desvalorização de 3,8%. Contudo, a equipe de analistas da Coin Valores acredita que o desempenho reflete, notadamente, uma reação precipitada do mercado por conta do acidente com um aeronave da companhia na China. O Ibovespa fechou o pregão da última terça-feira em queda de 1,25%.

Esse é um comportamento que pode até ser considerado natural, diante de um acidente desta magnitude com uma aeronave da companhia, mas as ações tiveram uma queda pontual e que não deverá se reverter em uma tendência, afirmaram os analistas da Coin.

O momento agora é de espera pelos laudos técnicos que apontarão as causas do acidente, entretanto, a Coin defende que a imagem e credibilidade da Embraer não serão impactados.

China

Outro ponto importante destacado pela equipe de análise da Coin é que tratando-se da China “a divulgação de informações varia muito de acordo com o humor do governo”, fato que também pode dificultar a chegada de informações concretas sobre as causas do acidente aéreo.

Hospedagem: UOL Host