UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

01/09/2010 - 08h57

Alimentos avançam e IPC-S diminui ritmo de queda na última semana de agosto

SÃO PAULO – O IPC-S (Índice de Preços ao Consumidor Semanal) diminuiu o ritmo de queda e encerrou a última semana de agosto com deflação de 0,08%, 0,09 ponto percentual acima do verificado uma semana antes (-0,17%).

De acordo com dados da FGV (Fundação Getulio Vargas), dentre os sete grupos analisados, dois registraram avanço nos preços, dois apresentaram quedas menos intensas, enquanto três registraram variações negativas na semana encerrada em 31de agosto.

Uma das principais influências para o resultado do índice partiu do grupo Alimentação, cuja variação nos preços dos produtos no período analisado passou de -0,94% para -0,64%. Neste grupo, os itens hortaliças e legumes (-7,94% para -6,76%) e frutas (-2,58% para -2,46%) responderam pelo maior impacto.

Outros grupos

Outros grupos também contribuíram para o resultado do IPC-S: Habitação (de 0,23% para 0,26%), incentivado pela alta nos preços do mobiliário (de 0,48% para 1,44%), Vestuário (de -0,84% para -0,40%), impactado pelo item roupas (de -1,46% para -0,98%), e Saúde e Cuidados Pessoais (de 0,17% para 0,25%), com influência dos medicamentos em geral (-0,32% para -0,01%).

Educação, Leitura e Recreação, que passou de -0,05% para -0,07%, Transportes (0,23% para 0,15%) e Despesas Diversas (0,47% para 0,09%), por outro lado, exerceram pressão contrária para o resultado do IPC-S no período.

Nestes casos, as influências vieram de curso de informática (de 0,21% para -0,37%), do álcool combustível (5,11% para 3,16%) e dos cigarros (de 0,72% para 0%), respectivamente.

Hospedagem: UOL Host