UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

01/09/2010 - 12h24

Custo da construção civil sobe 0,13% em agosto, aponta SindusCon-SP

SÃO PAULO - Os preços da construção civil paulista aumentaram 0,13% em agosto, o que mostra uma desaceleração frente ao sétimo mês do ano, quando foi registrada alta de 0,53%, segundo dados divulgados nesta quarta-feira (1) pelo SindusCon-SP (Sindicato da Indústria da Construção Civil do Estado de São Paulo).

O CUB (Custo Unitário Básico) - que reflete a variação mensal das despesas do setor para utilização nos reajustes dos contratos da construção civil - atingiu 130,35 pontos no mês. Em julho, a pontuação havia sido de 130,18.

Considerando os oito primeiros meses do ano, os custos registraram alta de 5,92% e, nos últimos 12 meses, de 6,19%.

Valor por metro quadrado

Em agosto, o custo da construção civil paulista (R8-N) foi de R$ 905,95 por metro quadrado, sendo R$ 479,04 (52,88%) referentes à mão de obra e R$ 402,54 (44,43%), aos materiais. As despesas administrativas responderam por apenas R$ 24,37 (2,69%).

Em relação a julho, o CUB relativo ao material aumentou 0,22%, atingindo 123,20 pontos em agosto. Já os custos relativos à mão de obra variaram 0,07%, ficando em 136,93 pontos. As despesas administrativas, por sua vez, não variaram, mantendo os 132,16 pontos.

Alta e baixa dos preços

Entre os 41 itens de materiais de construção analisados, quatro tiveram aumento de preços superior ao IGP-M (Índice Geral de Preços - Mercado) de agosto.

As maiores variações foram observadas na areia média lavada (1,83%), no prego com cabeça (1,51%), na tábua de madeira de terceira (0,98%) e na tinta látex branca PVA (0,86%). O IGP-M do período foi de 0,77%.

Entre as quedas de preço em agosto, estão a da chapa compensado resinado 12 mm (-0,83%), do cimento CPE-32 saco 50 kg (-0,65%), do óleo diesel (-0,48%), do impermeabilizante normal tipo vedacit 18 litros (-0,29%) e do disjuntor tripolar 70 A (-0,16%).

Hospedagem: UOL Host