UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

06/09/2010 - 15h11

Spinelli lista 10 ações em carteira recomendada para o mês de setembro

SÃO PAULO - A Spinelli Corretora listou dez ações em sua carteira recomendada para o mês de setembro, focando suas sugestões em papéis ligados ao mercado doméstico.

"Diante das perspectivas de recuperação da atividade econômica no Brasil no segundo semestre de 2010, após uma leve desaceleração ocorrida no segundo trimestre deste ano, ainda vivemos uma situação onde os maiores riscos advém do mercado externo", avaliou a Spinelli.

Por esse motivo, de acordo com a corretora, não foram listadas ações ligadas aos setores de mineração e siderurgia, "que vêm sofrendo mais com a desaceleração das atividades na Ásia, EUA e Europa". A Spinelli não listou ainda papéis de empresas de incorporação imobiliária, por serem ativos voláteis.

Com relação ao mês passado, a corretora optou por realizar seis alterações. Foram retiradas do portfólio as ações da BM&F Bovespa (BVMF3), Brasil Foods (BRFS3), Rossi Residencial (RSID3), Sofisa (SFSA4), Vale (VALE5) e Vivo (VIVO4). Ainda dentre as alterações,  destaque para a inclusão de seis novos papéis: Cielo, Dasa, Duratex, São Martinho, Banrisul e Lojas Renner.

Em agosto, a carteira recomendada da Spinelli teve desempenho melhor do que o índice, com queda de 1,0% ante baixa de 3,5% do Ibovespa.

Confira as recomendações:

Empresa Código Preço-alvo* Upside** Peso
Anhanguera AEDU11 R$ 35,69
20,98% 10%
Cielo CIEL3 R$ 19,80
33,15% 10%
Dasa DASA3 R$ 19,52
1,66% 10%
GOL GOLL4 R$ 32,03
37,17% 10%
Lojas Americanas LAME4 R$ 17,91
25,50% 10%
OGX Petróleo OGXP3 R$ 24,16
25,18% 10%
Duratex
DTEX3 R$ 20,19
17,86% 10%
São Martinho SMTO3 R$ 25,00
47,92%

10%

Banrisul BRSR6 R$ 19,26
19,10% 10%
Lojas Renner LREN3 R$ 65,32
18,09% 10%

*Preço-alvo para 12 meses
**Pontecial teórico de valorização calculado com base na cotação de fechamento de 3/9/2010

Anhanguera

A recomendação da Spinelli aos papéis da empresa reflete os bons resultados atingidos pela companhia no segundo trimestre deste ano e a perspectiva de que a Anhanguera continue a mostrar números fortes na segunda metade do ano. Além disso, a corretora permanece otimista em relação ao crescimento do segmento EAD (Ensino à Distância).

Cielo

Otimista com o setor de cartões no Brasil, a Spinelli recomenda a ação da Cielo por conta de sua negociação à  múltiplos atranetes e com desconto em relação aos setores financeiro e de varejo. Segundo a corretora, o papel da Cielo segue como uma boa alternativa tanto para o curto como para o longo prazo.

Dasa

Os papéis da Dasa foram listados entre as recomendações da Spinelli devido a perspectiva positiva da corretora para o crescimento das margens da empresa, após o anúncio de aquisição de participações relevantes em empresas da MD1 Diagnósticos. A corretora destacou ainda o fluxo de informações positivas no setor de atuação da companhia.

GOL

Para a Spinelli, as ações da companhia continuam atrativas não somente por seu patamar atual, mas também por conta de alguns fatores de relevância no setor aéreo, como o acordo entre TAM e LAN e o projeto que tramita no Congresso permitindo o aumento de 20% para 49% de participação de capital estrangeiro em companhias brasileiras do setor aéreo.

Lojas Americanas

Citando o "agressivo" plano de investimento que a companhia possui para os próximos três anos, a corretora avaliou ainda que a Lojas Americanas deve se beneficiar do bom momento da economia brasileira.

OGX

A corretora destacou o anúncio recente da cisão de 70% dos blocos exploratórios da OGX na Bacia de Campos na subsidiária OGX Campos. Além disso, a Spinelli ressaltou que o sucesso da campanha exploratória da empresa segue sustentando as cotações das ações.

Duratex

Mostrando-se segura em relação aos planos de investimentos da Duratex para os próximos anos, a Spinelli recomendou os papéis da empresa visando capturar os ganhos advindos do crescimento do mercado doméstico.

São Martinho

Os resultados da companhia no primeiro trimestre fiscal de 2011 alimentam a recomendação da corretora, que destacou um acerto da estratégia de fixação de preços. 

Banrisul

A Spinelli segue confiante com o desempenho da empresa nos próximos trimestres, ressaltando que as ações do setor financeiro estão sendo negociadas a múltiplos atrativos e abaixo da média histórica dos últimos sete anos.

Lojas Renner

Destacando positivamente o balanço financeiro da varejista no segundo trimestre deste ano, a Spinelli disse que acredita em uma recuperação nas cotações da ação da Lojas Renner neste mês de setembro, após ter auferido queda em agosto.

Hospedagem: UOL Host