UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

10/09/2010 - 21h40

Gol: analistas manêm viés positivo, avaliando novos dados de demanda

SÃO PAULO – Acompanhando o crescimento do tráfego aéreo brasileiro, a Gol (GOLL4) mostrou uma forte demanda em agosto. Avaliando os dados, assim como as expectativas para a economia global, o UBS avaliou algumas empresas do setor aéreo global - entre as latino-americanas, o destaque ficou com a Gol.  

O banco UBS, em relatório assinado por Jarrod Castle, projeta um crescimento de 7% no tráfego de passageiros em 2010 para as companhias do setor - para o próximo ano, acredita em uma redução de capacidade para 5%. A expectativa é de que a rentabilidade continue alta, ajudada por um mix de vendas, mesmo com o aumento de capacidade podendo reduzir o momentum positivo dos yields em 2011. 

“Para ações sob a cobertura do UBS, esperamos que o total de lucros atinja US$ 6,2 bilhões em 2010”, diz o analista, destacando a Gol como preferida do banco na América Latina. "A recuperação continua, mas vai arrefecer", completa. 

Compensação por atrasos neutraliza os dados, diz Bradesco

Já na opinião do analista Edigimar Maximiliano, do Bradesco, mesmo com o crescimento da demanda de passageiros em agosto (33,9% no ano-a-ano), o número possui impacto neutro no curto prazo, devido ao peso trazido pelos atrasos em voos na primeira semana de agosto. 

“A menor rentabilidade resultou da decisão da companhia de reduzir tarifas para compensar o impacto dos atrasos nas rotas da Gol durante a primeira semana do mês” destaca o analista em relatório. Para ele, o fato reduziu os yields da empresa para R$ 0,19, ante R$ 0,21 no mês anterior. Assim, o Bradesco mantém a recomendação de "outperform" (expectativa de performance acima do mercado) para as ações, com o preço-alvo de R$ 31,00.

Hospedagem: UOL Host