UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

13/09/2010 - 15h27

Confiança do consumidor paulista cai 0,7% em setembro, após recorde

SÃO PAULO - A confiança do consumidor do estado de São Paulo registrou leve queda de 0,7% em setembro, na comparação com agosto, quando havia registrado patamar recorde.

Em relação a setembro do ano passado, o índice apresentou crescimento de 10,3%, segundo o ICC (Índice de Confiança do Consumidor), divulgado nesta segunda-feira (13) pela Fecomercio-SP (Federação do Comércio do Estado de São Paulo). O índice varia de zero a 200 pontos, indicando otimismo quando está acima dos cem pontos e pessimismo quando fica abaixo dessa marca.

Para o assessor econômico da federação, Thiago Freitas, o movimento é um reajuste natural, já que em agosto houve um salto muito grande no nível de otimismo. "Em julho, o ICC marcava 155,2 pontos, em agosto, atingiu 162,3 e, agora, está em 161,1. É uma variação natural", declarou Freitas.

"Os contínuos aumentos da massa salarial, do nível de emprego e das facilidades na aquisição de crédito devem continuar influenciando positivamente o bom humor do consumidor paulista", completou.

Condições atuais e futuras

Para a elaboração do índice geral, são levados em consideração outros dois indicadores: o IEC (Índice de Expectativas do Consumidor) e o Icea (Índice das Condições Econômicas Atuais).

O primeiro, que mede a percepção de como estará a economia daqui a 12 meses, registrou queda de 1,1% em relação a agosto, atingindo nível de otimismo de 160,6 pontos.

Com relação ao Icea, que avalia a situação atual de emprego e renda, o índice caiu 0,1%, na mesma base de comparação, ficando em 161,9 pontos.

Hospedagem: UOL Host