UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

14/12/2011 - 10h06

Dívidas e poupança são os destinos da segunda parcela do décimo terceiro

SÃO PAULO - Se boa parte dos brasileiros pretendia usar a primeira parcela do décimo terceiro salário para pagar dívidas (28,9%) e 27,8% não sabiam o que fazer com o dinheiro extra; na segunda parcela, o pagamento de dívidas divide com a poupança o destino do benefício.

Segundo levantamento realizado pela ACSP (Associação Comercial de São Paulo), mais de 50% dos brasileiros pretendem pagar dívidas (36%) ou poupar o dinheiro (20%) da segunda parcela do abono natalino.

No caso do pagamento de dívidas, o percentual é maior do que o registrado em 2010 e 2009, quando 26,5% e 22,5% dos entrevistados disseram que usariam a segunda parcela do décimo terceiro salário para quitar débitos vencidos.

Já com relação à poupança, apesar de ocupar a segunda colocação no ranking deste ano, o número de pessoas que pretendem guardar o dinheiro só vem diminuindo ao longo dos anos. Em 2009, 30% pretendiam guardar o dinheiro, número que passou para 26,5% no ano passado e chegou a 20% em 2011.

Compras
Sobre as compras, o levantamento mostra que 18% dos brasileiros usarão a segunda metade do dinheiro extra para este fim, percentual menor do que o registrado nos anos anteriores – 22,5% em 2009 e 22,4% em 2010.

O levantamento também constatou que uma parte dos brasileiros pretende viajar com a segunda parcela do décimo terceiro, 10% - percentual, aliás, maior do que o apurado em 2010, quando esta intenção era de 8,2%.

Outros usos atingiu 6% e 10% dos respondentes não souberam responder.

Hospedagem: UOL Host