UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

09/08/2012 - 14h31 / Atualizada 09/08/2012 - 16h25

Ação judicial cobra redução dos juros da Caixa para contratos antigos

SÃO PAULO - A Proteste - Associação de Consumidores entrou com uma ação civil coletiva contra a Caixa Econômica Federal para reduzir a taxa de juros dos consumidores com contrato imobiliário assinado antes do dia 4 de maio deste ano.

A ação ajuizada na 22ª Vara Federal da Seção Judiciária do Distrito Federal quer dar o direito dos consumidores de todo o país negociarem e obterem a aplicação da mesma taxa de juros mensal divulgada para os novos financiamentos imobiliários, e nas mesmas condições oferecidas aos clientes/mutuários de outras instituições financeiras que optem pela portabilidade para a CEF, sempre que essa taxa for inferior ao já previsto e aplicado no contrato firmado.

Segundo a Proteste, estes contratos foram excluídos da política de redução de juros praticada a partir de 4 de maio nos financiamentos imobiliários em todas as suas modalidades.

Na ação, a Proteste também pede que após revisão do saldo devedor e apurado crédito em benefício de cada um dos mutuários, ou na hipótese de quitação do contrato, que a Caixa devolva aos mutuários a diferença paga a maior.

Processo

Caso ganhem a ação, os mutuários que assinaram contrato antes de 4 de maio poderão negociar para passar a pagar as prestações de seu financiamento que ainda estão por vencer com juros até 21% menores.

Além disso, também serão revistos os saldos devedores dos contratos de financiamento de imóvel, em todas as modalidades, como SFH, SFI, carteira hipotecária, a contar de maio de 2012, data da primeira redução de juros divulga pela CEF.

Resposta da Caixa

Em resposta, a Caixa informa que "a adoção de taxas de juros para novos contratos, sejam maiores ou menores, não retroagem às condições dos contratos já firmados. Portanto, as operações são contratadas com taxa de juros fixa e não flutuante, isto é, eventual elevação de taxa de juros não afeta os contratos já assinados e, o mesmo ocorre nos casos de baixa dos juros".

Veja mais

Hospedagem: UOL Host