! Premiê luso defende 2009 como ano do investimento público - 11/05/2009 - Lusa - Economia
UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

11/05/2009 - 10h40

Premiê luso defende 2009 como ano do investimento público

Lisboa, 11 mai (Lusa) - O primeiro-ministro português, José Sócrates, afirmou nesta segunda-feira que o programa de modernização das escolas lusas é um dos mais importantes no combate à crise e defendeu que é em 2009 que se deve fazer investimento público para combater a recessão econômica.

As palavras de Sócrates, que tinha ao seu lado a ministra lusa da Educação, Maria de Lurdes Rodrigues, foram articuladas no final de uma manhã de visitas a duas escolas secundárias de Lisboa, os antigos liceus Pedro Nunes e Filipa de Lencastre, que integraram a primeira fase do programa de obras de reforma das escolas.

Na Escola Secundária Básica e Secundária Filipa de Lencastre, depois de presidir à sessão de assinatura do início da segunda fase do programa, o premiê luso fez um discurso de improviso, em que abordou a atual conjuntura de recessão econômica.

"Há muita gente à procura de emprego e há muitas empresas que procuram contratos. É no ano de 2009 que se combate a crise. É neste ano que as pessoas precisam de apoio e que precisam que o Estado faça mais investimento", afirmou.

Segundo o ministério luso da Educação, neste programa já foi concretizada a fase piloto, abrangendo quatro intervenções, com um volume de investimento de 61 milhões de euros.

A primeira fase do programa, a que está em execução, integra 26 escolas, com um investimento de 330 milhões de euros.

Já a segunda parte, que começa neste mês, envolve obras em seis escolas, num investimento de 71 milhões de euros, estando ainda prevista uma terceira fase, que abrangerá cem estabelecimentos de ensino e um investimento de 1,2 bilhão de euros.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host