! Metade dos países da UE deve ultrapassar limite de déficit - 24/05/2009 - Lusa - Economia
UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

24/05/2009 - 11h29

Metade dos países da UE deve ultrapassar limite de déficit

Lisboa, 24 mai (Lusa) - Catorze dos 27 países da União Europeia, incluindo Portugal, vão exceder o limite autorizado por Bruxelas para o déficit em 2009. Os governos do Reino Unido e da Irlanda preveem os maiores desequilíbrios.

Este é o resumo das comunicações feitas pelos países da União Europeia ao Eurostat (gabinete europeu de estatísticas), ao abrigo das regras do Pacto de Estabilidade e Crescimento, que obriga os governos da UE a reportar duas vezes por ano (outubro e abril) o estado das contas públicas e a não ultrapassar o teto de 3% do PIB para o déficit.

Em ano de crise econômica, praticamente todos os países no espaço UE esperam apresentar déficit orçamentários, com exceção da Bulgária, que conta com um superávit das suas contas públicas em 1,5% do PIB, em relação ao divulgado no ano anterior.

Os orçamentos dos países estão sendo prejudicados pela queda nas receitas fiscais, provocada pela desaceleração da atividade econômica e o aumento dos gastos públicos em resultado dos planos de estímulo à economia.

Desempenho dos países

Os países que esperam os maiores saldos negativos são Reino Unido e Irlanda, com os governos estimando desequilíbrios de 12,6% e 10,7% do produto, respectivamente, depois de ambos terem em 2008 reportado uma estimativa para o déficit de 7,1% do Produto Interno Bruto.

Acima dos 3% ficam ainda os déficits da Letônia (8,5%), Espanha (5,8%), França (5,6%), Romênia (5,1%), Polônia (4,6%), República Tcheca (3,9%), Grécia, Itália e Eslovênia (3,7%), Bélgica (3,4%) e Holanda (3,3%).

Após as últimas previsões feitas no início de maio, a Comissão Europeia (braço executivo da União Europeia) decidiu que a abertura de procedimentos de déficits excessivos em relação a países como Portugal seria analisada mais tarde, já que neste momento o bloco vai se concentrar nos países que já violaram a regra dos 3% no ano passado.

De acordo com os dados reportados em abril pelos vários governos ao Eurostat, em 2008 já quebraram a regra dos 3% Reino Unido e Irlanda, ambos com 7,1%, Romênia (5,4%), Grécia (5%), Malta (4,7%), Letônia (4%), a Polônia (3,9%), Espanha (3,8%), a Hungria e a França (3,4%) e Lituânia (3,2%).

O bloco europeu iniciou, em fevereiro, procedimentos por déficit excessivo contra seis Estados-membros da União Europeia: Espanha, França, Grécia, Irlanda, Malta e Letônia que tiveram em 2008 um déficit orçamental superior ao valor de referência permitido pelo Pacto de Estabilidade e Crescimento (PEC).

Compartilhe: