! TAAG prevê seu 1° voo a Lisboa em avião próprio em agosto - 15/07/2009 - Lusa - Economia
UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

15/07/2009 - 09h53

TAAG prevê seu 1° voo a Lisboa em avião próprio em agosto

Luanda, 15 jul (Lusa) - A TAAG pretende retomar os voos para Lisboa em aviões próprios no dia 1° de agosto, depois da decisão da Comissão Europeia de autorizar esta exceção, disse à Agência Lusa fonte da transportadora.

A porta-voz da TAAG, Agnela Barros, disse à Lusa que a companhia "tudo está a fazer" para que o primeiro voo para Lisboa, depois da entrada na "lista negra" do executivo comunitário, em julho de 2007, se realize em 1° de agosto.

Segundo a mesma fonte, se esta data se confirmar, "porque antes é preciso confirmar autorizações e outras questões de ordem burocrática", o último voo da TAAG com aviões alugados à South African Airways (SAA), parte de Lisboa em 1º de agosto, sábado, com destino a Luanda.

Mas o voo Luanda-Lisboa do final da tarde do mesmo dia, já será realizado num dos três Boeing 777 da TAAG.

Os três aparelhos deste modelo que integram a frota da companhia angolana foram adquiridos meses antes da proibição de voar para a Europa e com o objetivo de servirem a rota europeia.

A Comissão Europeia decidiu autorizar a companhia aérea angolana TAAG a retomar os voos para Lisboa "apenas com certos aparelhos e segundo condições muito estritas", anunciou na terça-feira o executivo comunitário.

"O acordo de cooperação e assistência assinado entre as autoridades de aviação civil de Angola e Portugal permitiu à transportadora [TAAG] voar novamente para Portugal apenas com certos aparelhos e segundo condições muito estritas", lê-se num comunicado de imprensa divulgado pela Comissão.

A decisão faz parte da última atualização da "lista negra" europeia das companhias de transporte aéreo proibidas de voar no espaço dos 27.

A Comissão Europeia "reconhece" os "progressos feitos pelas autoridades de aviação civil de Angola e a sua transportadora TAAG na resolução das deficiências de uma forma gradual e segura".

O comissário europeu dos Transportes, António Tajani, precisou, no entanto, que a TAAG se mantém na "lista negra" da UE mas é autorizada a realizar 10 voos semanalmente para Lisboa, o que corresponde ao que fazia antes da proibição.

Por outro lado, o voo que a companhia realizava semanalmente para Paris continua proibido.

A entrada da TAAG na "lista negra" europeia levou à exoneração do ministro dos Transportes e de toda a administração da empresa em 2008 bem como a uma profunda reorganização em toda a sua estrutura, que abrangeu ainda o Instituto Nacional de Aviação Civil (INAVIC).

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host