! Operadores de jogo em Macau criam 1ª associação do gênero - 28/07/2009 - Lusa - Economia
UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

28/07/2009 - 11h29

Operadores de jogo em Macau criam 1ª associação do gênero

Macau, China, 28 jul (Lusa) - Os seis operadores de jogo em cassino de Macau criaram nesta terça-feira a primeira associação que entra em funcionamento a partir de 1° de agosto, com Stanley Ho na presidência.

Os seis operadores de jogo - Sociedade de Jogos de Macau (SJM), Wynn, Venetian, Melco Crown, MGM Grand Paradise e Galaxy - integram a nova plataforma de cooperação denominada Câmara de Concessionárias e Subconcessionárias de Jogos de Fortuna e Azar de Macau.

A Câmara vai defender "os interesses comuns" das concessionárias e subconcessionárias, que "vão cooperar e trabalhar em conjunto com o Governo de Macau no âmbito da regulamentação do setor", explica um comunicado distribuído à imprensa.

O objetivo é "promover e estimular o desenvolvimento saudável do mercado em prol da indústria e da comunidade", acrescenta a mesma nota.

A partir de 1° de agosto, a fixação de um valor máximo das comissões a ser paga pelos operadores aos promotores de jogo VIP estará no topo das prioridades da câmara, depois da Venetian e da Melco Crown já terem acordado uma comissão de 1,25%, o valor definido na primeira reunião de operadores.

Stanley Ho explica que "as seis concessionárias vão agora chegar a um consenso quanto a esta questão" para apresentarem a sua proposta ao Governo que, em breve, definirá em regulamento administrativo o valor máximo e os moldes de remunerações que poderão ser pagos aos "junkets".

Outra das prioridades será a redução do imposto especial sobre as receitas brutas do jogo, uma medida a que o Governo já revelou não estar, neste momento, disponível.

Stanley Ho voltou a alertar que a "concorrência que Cingapura (que terá um imposto de 12% sobre as receitas dos casinos contra os cerca de 40% aplicados em Macau) é uma preocupação dos operadores, mas que deverá também ser do Governo de Macau".

Stephen Weaver, presidente para a Ásia da Venetian - que vai abrir um cassino-hotel em Cingapura no início de 2010 -, citou que o "Governo terá certamente em conta a influência da concorrência regional para fazer os ajustes necessários, de modo a manter competitiva a indústria de jogo de Macau".

Esta organização será "um instrumento importante para a promoção de uma concorrência construtiva que resultará em benefícios para a indústria e para a comunidade de Macau", disse Stanley Ho ao frisar que "as decisões e ações da principal indústria de Macau têm um grande impacto sobre a população".

Por outro lado, Stanley Ho salientou que já "há muito tempo" defende a criação da câmara - inviabilizada há um ano pela recusa de Sheldon Adelson, da Venetian, em participar - e congratulou-se com a "conquista".

A Câmara, hoje lançada, terá uma comissão executiva - formada por um representante de cada uma das concessionárias -, que terá uma reunião mensal para avaliação dos resultados dos trabalhos, por um conselho geral, que se vai reunir trimestralmente e por um conselho fiscal.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host