! Petrobras planeja aumentar investimentos na Nigéria - 31/07/2009 - Lusa - Economia
UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

31/07/2009 - 16h55

Petrobras planeja aumentar investimentos na Nigéria

São Paulo, 31 jul (Lusa) - A Petrobras planeja aumentar os seus investimentos na Nigéria, país onde já atua há 11 anos, anunciou nesta sexta-feira o presidente da estatal brasileira, José Sérgio Gabrielli.

O projeto foi divulgado após uma reunião com o presidente da Nigéria, Umaru Yar'Adua, em visita oficial ao Brasil, para discutir meios de ampliar a atuação da empresa brasileira no país africano.

O ministro das Minas e Energia, Edison Lobão, também presente no encontro, revelou que uma missão técnica da Nigéria visitará o Brasil nos próximos dias para discutir detalhes da ampliação da presença da Petrobras no país africano.

"Há uma disposição de ampliar a relação do Brasil com a Nigéria e é desejo do Governo que a Petrobras tenha uma participação mais intensa naquele país", disse Lobão.

Regras

O ministro voltou, entretanto, a afirmar que a proposta de mudança das regras para a exploração do petróleo no Brasil será entregue ao presidente Lula na próxima semana.

A apresentação da proposta de mudança das regras de exploração, que precisará ser aprovada pelo Congresso brasileiro, já foi adiada várias vezes pela comissão ministerial responsável.

As mudanças serão válidas para os futuros leilões realizados pelo Governo, sendo que as áreas já envolvidas no processo de concessão permanecem com as regras atuais. A decisão de mudar as regras de exploração foi tomada depois da descoberta de grandes reservas de petróleo, abaixo da camada de sal, no litoral brasileiro.

Situadas em bacias sedimentares de 150 milhões de anos, em grandes profundidades e em uma extensão de 800 quilômetros, as reservas brasileiras podem atingir até 80 bilhões de barris de petróleo e gás.

Entre as propostas de mudança está o fortalecimento da Petrobras que passará a ser operadora em todos os blocos, restando às demais empresas interessadas serem sócias da estatal.

Exploração

O ministro declarou ainda que serão criados dois fundos para receber os recursos obtidos na exploração das reservas, com o objetivo de alargar os investimentos públicos em educação, saúde e habitação.

Uma das propostas também é utilizar os lucros da exploração para investimentos estratégicos da Petrobras em países da América do Sul, África e Ásia.

O início da exploração das reservas do pré-sal ocorreu em 1º de maio, no campo de Tupi, a maior descoberta mundial de petróleo nos últimos 30 anos. A petrolífera portuguesa Galp detém uma cota de 10%, a inglesa BG 25%, sendo o restante da Petrobras.

Entre as recentes descobertas, os campos de Júpiter, Iara e Bem-Te-Vi também são em parceria com a Galp, que detém atualmente cerca de 50 consórcios no Brasil de explorações onshore (em terra) e offshore (no mar).

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host