! Nissan planeja vender carro elétrico a partir de R$ 49 mil - 02/08/2009 - Lusa - Economia
UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

02/08/2009 - 12h42

Nissan planeja vender carro elétrico a partir de R$ 49 mil

Yokohama, 2 ago (Lusa) - A Nissan planeja vender o seu novo carro elétrico, que poderá ter baterias feitas em uma fábrica portuguesa, por um preço semelhante ao compacto Tiida, que em Portugal é vendido a partir de 18.450 euros (R$ 49.260).

O novo carro, com o nome Leaf (folha, em inglês), foi apresentado em Yokohama neste domingo e deverá chegar aos mercados japonês, europeu e norte-americano no próximo ano.

O projetista do Leaf, Shiro Nakamura, disse que o carro foi desenhado propositadamente para evitar um design futurista e estereotipado.

"Este não é um carro para certos nichos", disse Nakamura. "Não o fizemos com um aspecto incomum. Tinha de ser um verdadeiro carro", acrescentou.

Não está ainda definido um preço exato para o novo modelo. No entanto, a Nissan prometeu que o Leaf, que deverá começar a ser produzido em massa a nível global em 2012, terá sensivelmente o mesmo preço que um carro a gasolina como o Tiida.

O Leaf tem uma autonomia de 160 quilômetros com uma única carga de bateria, reiterou a Nissan.

Novo veículo

A montadora prevê uma produção anual inicial de 50 mil unidades na sua fábrica de Oppama, em Yokohama, incluindo os modelos para exportação.

O presidente executivo da Nissan, Carlos Ghosn, foi o primeiro a conduzir o carro para fora das instalações da fábrica, com o primeiro-ministro japonês, Junichiro Koizumi, ao seu lado e o governador e o prefeito Yokohama no banco de trás.

"Este carro representa um grande avanço. Abre uma nova era da indústria automóvel", disse Ghosn.

"O Leaf é totalmente neutro para o ambiente. Não tem escapamento, nem nenhum mecanismo que queime gasolina, apenas a calma e eficiência energética dos conjuntos de baterias de íons de lítio feitas por nós", acrescentou Ghosn.

As baterias para este novo modelo serão fabricadas em Portugal e Inglaterra, os dois países escolhidos para a instalação de fábricas.

O fabricante japonês prevê que até ao final de 2010 estarão concluídos os acordos com vários países para a instalação de uma rede de abastecimento de base elétrica para as baterias dos veículos.

No plano negociado entre a Nissan e o Governo português, além da fábrica de baterias, que pode ficar em Estarreja ou Sines, está incluído um projeto-piloto com o objetivo de criar uma rede de abastecimento de veículos elétricos.

A longo prazo, a Nissan quer lançar uma gama completa de veículos elétricos.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host