! Banco BES duplica faturamento em Macau no 1º semestre - 13/08/2009 - Lusa - Economia
UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

13/08/2009 - 19h43

Banco BES duplica faturamento em Macau no 1º semestre

Macau, 13 ago (Lusa) - O Banco Espírito Santo do Oriente registrou no primeiro semestre resultados brutos de 29,7 milhões de patacas (R$ 6,84 milhões), mais do dobro em relação ao mesmo período de 2008.

O vice-presidente da Comissão Executiva, Carlos Freire, explicou à Lusa que, apesar dos resultados líquidos serem só apurados no final do ano, depois do desconto dos impostos, o Banco Espírito Santo do Oriente (Besor) conseguiu uma recuperação substancial dos resultados até junho face a 2008, por meio de um maior controle dos custos, aumento dos depósitos e reavaliação de títulos.

Nos primeiros seis meses do ano, o resultado financeiro do Besor cresceu 15,72%, para 22,3 milhões de patacas (R$ 5,13 milhões), o que a instituição explica com o aumento da carteira de crédito em 520 milhões de patacas (R$ 119,71 milhões), ou 41,3% relativamente ao mesmo intervalo em 2008.

"Foi o efeito de volume que induziu o crescimento com a participação do Besor em operações de financiamento ao setor da hotelaria e entretenimento, a megaprojetos de infraestruturas e energias renováveis e a pequenas e médias empresas locais", acrescentou.

Neste contexto, Carlos Freire afirmou que o BESOR está estudando, com a recém-criada EDP-Energy Solutions Asia, participada pela EDP e Stanley Ho, oportunidades para o desenvolvimento de uma parceria.

Resultados

Os depósitos de clientes da instituição também registraram uma subida forte, de 87% face ao primeiro semestre de 2008 para 350 milhões de patacas (R$ 80,57 milhões).

De acordo com o vice-presidente do Besor, os efeitos da crise fizeram-se sentir essencialmente em 2008, tendo-se registrado uma recuperação substancial a partir de março, com as carteiras retomando o valor que perderam no ano passado.

Carlos Freire sublinhou que a instituição "sente que a crise de 2008 reforçou a importância da gestão da liquidez como um dos pilares-base da gestão financeira e bancária".

Neste contexto, o Besor conseguiu no primeiro semestre reduzir os custos em 16% através da renegociação de contratos, alcançando uma relação receitas e custos de 24,4%, o que Carlos Freire classificou como "muito positivo".

"O objetivo para este ano é obter um crescimento relativamente limitado do crédito, com uma maior aposta nas atividades relacionadas com comissões e serviços", uma atitude cautelosa face aos efeitos da crise internacional que ainda são sentidos, explicou.

O Besor espera fechar 2009 com resultados superiores ao dobro verificado em 2008 - quando alcançou lucros de 16,8 milhões de patacas (R$ 3,87 milhões) -, com expectativas de que o mercado manterá a tendência de recuperação atual.

Até ao final do ano, a instituição avançará com o pedido de abertura de uma sucursal em Hong Kong, que espera concretizar em 2010, para "criar um triângulo na China - Macau-Hong Kong-Xangai ? "que, segundo Carlos Freire, visa dinamizar e capitalizar a presença do grupo em Angola e Brasil, parceiros privilegiados do gigante asiático.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host