UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

22/09/2009 - 08h55

Experiência lusa poderá ajudar Brasil na Copa, diz CBF

São Paulo, 22 set (Lusa) - Portugal poderá ajudar o Brasil na organização da Copa de 2014, com a experiência que acumulou como sede do Euro 2004, afirmou na segunda-feira o presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Ricardo Teixeira.

Teixeira afirmou na abertura de uma rodada de negócios, em São Paulo, que Portugal organizou uma das melhores edições do campeonato europeu.

"Portugal necessariamente tem muito a nos ajudar porque organizou o Euro 2004 e é candidato a sede do Mundial de 2018 ou de 2022", disse.

"Por isso, Portugal partilha a magnitude do que representa organizar um campeonato mundial de futebol", frisou o presidente da CBF.

Promovida pela Câmara Portuguesa de Comércio de São Paulo e pelo governo, o encontro reunirá hoje dezenas de empresas dos dois países, interessadas em aproveitar oportunidades de investimentos para a Copa.

Na sessão de abertura, Madalena Torres, ex-presidente da Comissão de Promoção de Portugal no Âmbito do Euro 2004, fez uma apresentação detalhada da estratégia utilizada para divulgação da imagem portuguesa no estrangeiro.

"Tínhamos como objetivo aumentar a notoriedade de Portugal, nomeadamente em locais do Mundo onde o país era pouco falado, e atualizar a marca de Portugal nos mercados já conhecidos", afirmou.

Além disso, Torres frisou a importância de obras de infra-estruturas, sobretudo nos aeroportos, de forma a receber bem os turistas estrangeiros e a contribuir para a difusão de uma boa imagem do país.

"Quem visita o país (durante o campeonato de futebol), depois vai transmitir a imagem do país, por isso é fundamental que os aeroportos estejam bem preparados", afirmou.

A ex-presidente da Comissão de Promoção de Portugal no Âmbito do Euro 2004 apresentou os vídeos da campanha publicitária utilizada para motivar e sensibilizar os portugueses para a importância econômica de organizar um campeonato de futebol.

Torres disse que a organização do Euro 2004 trouxe reflexos positivos para Portugal, como aumento da notoriedade do país no exterior e o aumento das receitas do setor turístico nos anos seguintes.

"Vencemos o desafio. Portugal organizou o melhor Euro de sempre. Eventos de grande notoriedade são muito benéficos para o país anfitrião", afirmou.

Por outro lado, o embaixador de Portugal em Brasília, João Salgueiro, disse que "variadíssimas entidades portuguesas" estão prontas para colaborar com a organização da Copa.

"Vamos (Portugal e Brasil) fazer o Mundial (2014) de mãos dadas. Se for um sucesso para o Brasil, será um sucesso também para Portugal", afirmou o embaixador.
Hospedagem: UOL Host